m
Luiza
Abend
Brasil
vivendo em Rio de Janeiro . RJ
27 anos . ilustradora . animadora

Meu nome é Luiza, sou uma ilustradora e animadora do Rio de Janeiro - RJ. Atuo na indústria criativa há cerca de sete anos, e a dois anos comecei a direcionar meu trabalho para o mercado de animação. Desde criancinha sou apaixonada tanto por desenhos animados quanto games e acabei levando essa paixão pra minha vida profissional. No momento trabalho em um estúdio aqui da minha cidade e faço freelas quando posso.

Luiza Abend por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Geralmente uso o Adobe Photoshop para ilustrar, com o auxílio de uma tablet Wacom Cintiq 13. Às vezes desenho à mão no meu sketchbook, mas confesso que fico bem mais confortável trabalhando no meio digital. Para animar, uso o Toonboom Harmony ou o TVPaint.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Atualmente o que mais me motiva a criar e a seguir forte na minha carreira é o contato com outros artistas. Tenho muitos amigos que trabalham na área e a dedicação deles serve como um incentivo para que eu também tente dar sempre o meu melhor. Uma das minhas grandes fontes de inspiração também é o folclore, tanto brasileiro quanto de outros povos e culturas. Minha vontade enquanto animadora e contadora de histórias é disseminar esses contos populares pelo mundo.

Luiza Abend por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Geralmente começo com um briefing, delimitando todas as necessidades do projeto e em seguida parto para uma pesquisa de referências. Acho que um pouco de organização antes de partir pra prática faz toda diferença no resultado final de um trabalho, seja ele de ilustração ou de animação. Depois disso começo a fazer alguns estudos e só depois de chegar em um design interessante eu parto pra finalização. No caso de uma cena de animação, eu gosto de fazer um "rough" dos keyframes e breakdowns para ver como a cena vai ficar. Claro que todo projeto tem um orçamento e prazo diferentes, então nem sempre da pra ser tão organizada.

Luiza Abend por Projeto Curadoria
Luiza Abend por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Para falar a verdade, atualmente eu não costumo adotar práticas com o intuito de me manter criativa, pelo menos não conscientemente. Já faz algum tempo que eu tento equilibrar o trabalho com a necessidade de descansar, e quando eu me permito relaxar e me vejo livre da pressão de "ser criativa" é quando mais sinto a vontade de criar.

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Acho que os meus trabalhos favoritos foram na área de animação para publicidade. Apesar de ter feito poucos projetos desse tipo, gostei bastante pois tive a sorte de trabalhar com diretores muito competentes. Entre meus projetos pessoais, acho que o que eu mais gosto até hoje foi uma série de gifs inspirados no jogo "Dragon Age II". São desenhos bem simples que eu fiz numa época que ainda nem sabia animar direito, mas achei super divertido ficar brincando com os personagens. Sempre amei gifs e planejo fazer mais no futuro.

Luiza Abend por Projeto Curadoria
Luiza Abend por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

O momento mais importante da minha carreira aconteceu quando eu estava estudando na Irlanda entre 2014 e 2015. Na época o Cartoon Saloon tinha acabado de lançar o "Song of the Sea" e eu fiquei completamente apaixonada pela beleza daquele filme, tanto por causa do visual quanto pelo roteiro. Depois de conhecer um pouco mais sobre o mercado de animação eu botei na minha cabeça que faria parte dele, custe o que custar. Foi a melhor decisão que tomei na minha vida pois a partir dali eu comecei a sentir que estava caminhando na direção certa.

Luiza Abend por Projeto Curadoria
Luiza Abend por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Com certeza existe uma influência enorme do Cartoon Saloon e dos artistas que já passaram por lá no meu trabalho, especialmente a Marie Thorhauge. Ela é uma designer incrível, adoro o jeito que ela brinca com os shapes dos personagens e a forma como ela pinta cenários. Fora isso também gosto demais dos filmes da LAIKA e das ilustrações da Kali Ciesemier. Eu procuro sempre entender exatamente o que eu gosto no trabalho dessas pessoas para saber como posso adaptar esses elementos no meu estilo.

Luiza Abend por Projeto Curadoria
Luiza Abend por Projeto Curadoria
// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Acho que existe um estereótipo que tenta reforçar que a produção artística feita por mulheres é quase sempre auto-biográfica e menos significativa que a arte feita por homens. Não que eu tenha algum problema com projetos auto-biográficos, mas predomina esse pensamento equivocado que nós só conseguimos produzir esse tipo de conteúdo. Já passei por situações na minha carreira em que me senti diminuída simplesmente pelo fato de ser mulher, mas isso tem melhorado muito com o tempo. Me sinto otimista em relação aos mercados de ilustração e audiovisual para nós mulheres, estamos lutando aos poucos conquistando nosso espaço.

// E o que te faz feliz?

Poder construir uma carreira em cima de algo que eu amo, que é a animação, é o que me faz feliz. É claro que nem tudo são flores e eu passo por várias situações estressantes no meu dia-a-dia, mas no final das contas acho que eu não trocaria isso por nada no mundo. Eu também aprecio muito quando posso tirar um tempo pra cuidar de mim e botar as ideias no lugar. Não tem nada melhor que chegar em casa depois de um dia bem produtivo, tomar um banho e poder deitar na minha cama.

Luiza Abend por Projeto Curadoria
Luiza Abend por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Meu conselho é que se conectem e criem laços com outras artistas, pois uma das melhores formas de se manter motivada é estando próxima de pessoas igualmente criativas. Graças ao apoio de algumas mulheres incríveis eu consegui encontrar meu caminho na animação e assistir a luta delas por um lugar ao sol me faz querer ser uma profissional melhor também. Nós precisamos apoiar umas as outras.

// Você tem algum novo projeto em andamento?

Ultimamente não tenho tido muito tempo para investir em projetos pessoais, mas tenho planos de fazer um curta por conta própria no ano que vem. Esse ano participei da Maratona Animada com uma equipe do estúdio onde trabalho e percebi que mesmo com um tempo reduzido da pra fazer muita coisa legal. Fora isso estou tentando focar nos estudos de animação para tentar conseguir trabalhar no exterior por algum tempo. Quero aprender bastante para um dia dirigir meus próprios filmes e séries.

COMPARTILHE
b
//+entrevistas