m
Tina​
Siuda
Polônia
vivendo em Porto . Portugal
30 anos . ilustradora

Eu nasci na Polônia, 30 anos atrás. Meus pais são artistas e eu tive uma infância muito colorida. Meu primeiro melhor amigo foi meu gato, ele era muito esperto e me ensinou a fazer barulhos felinos muito engraçados. Quando criança, eu queria ser uma dançarina ou trabalhar com golfinhos, mas ao invés disso, me tornei ilustradora. Sou super tímida, mas não na pista de dança. Continuo fazendo amizade com gatos, amo sentar no sol até ficar rosa e azul é a minha cor favorita.

Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Lápis muito bem apontados, tinta guache, papéis coloridos e brilhantes. Quando tenho chance, faço impressão em silkscreen, é a minha técnica de impressão favorita. Eu amo cores chapadas e brincar com o espaço negativo.

Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Bom, o trabalho criativo é o que paga as minhas contas, então essa é uma boa motivação. De alguma forma, eu também sinto a responsabilidade de continuar desenhando, como se alguma coisa ruim fosse acontecer se eu parar.

Eu me inspiro nas coisas que vejo. Meus gatos na sala onde trabalho. Cores e texturas que encontro na natureza. Pessoas talentosas. Memórias da minha infância. Gestos com as mãos.

Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Depende do projeto. Algumas vezes eu rascunho todas as ideias que tenho, um brainstorm com imagens e palavras. Tentando descobrir o que eu entendo do assunto, o que vem na minha mente. Eu escolho as peças que mais me interessam e as junto.

Algumas vezes eu sei exatamente como quero que o trabalho final se pareça. Eu apenas imagino, ao invés de desenhar. Eu espero até que a ideia esteja totalmente moldada, então apenas coloco no papel.

Algumas vezes eu deixo meus materiais decidirem, normalmente quando são projetos pessoais. As formas e as sombras dos pedaços de papel caem no lugar e eu apenas colo eles juntos, então adiciono um pequeno animal escondido em algum lugar e está pronto.

Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Criatividade é um elemento diário, até mesmo quando tento descobrir o que terá para o jantar. Quando é trabalho, eu carrego um sketchbook para todos os lugares que vou, então sempre tem algum papel onde colocar minhas ideias. Ver imagens bonitas, filmes e sair para passear também ajudam a fluir. Algumas vezes dar um tempo também é um ótimo estimulante.

Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Cada projeto é muito pessoal e emocional. É como fazer novos amigos estrangeiros, passar um tempo com eles e depois de um tempo eles vão embora e você fica com as memórias. Cada série de desenhos que fiz são assim para mim.

Trabalhar com projetos encomendados é diferente, já que tem uma terceira parte envolvida. Um dos meus projetos preferidos foi a identidade visual para o PLAY – International Festival of Cinema for Children and Youth em Lisboa em 2016. Eu desenhei alguns animais imaginários. O cliente me deu total liberdade e confiou em todas as minhas decisões. Depois minhas ilustrações apareceram em todos os materiais promocionais do festival, ao redor de Lisboa, e viraram até uma coleção especial de tatuagens temporárias para crianças. Meu coração ficou preenchido!

Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Não faz muito tempo desde que comecei, então posso dizer o que me trouxe ao lugar onde estou hoje... Na Polônia eu estudei Design Gráfico e Artes Multimídias, mas não conseguia ver meu futuro nisso, então comecei a desenhar pessoas e criaturas imaginárias no meu caderno. Depois decidi que precisava mudar de país e fazer meu máster no Porto em Portugal. Em Porto, um colega de classe mostrou meus desenhos para uma galeria. Depois disso tive minha primeira exposição, algumas pessoas compraram meus trabalhos e eu percebi que queria viver minha vida como ilustradora.

Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Eu sou terrível para listar nomes! Eu admiro tantas pessoas, e eu acho que não são apenas artistas que influenciam meu trabalho. O que me influencia é o trabalho duro, determinação e humor não apenas na arte. Pessoas corajosas, com um grande coração, que compreendem as outras, que dedicam seu tempo e energia para fazer a diferença. Elas me dão a razão para continuar o que eu estou fazendo e ser melhor, aproveitando ao máximo nosso tempo aqui.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Sim, eu acredito que as mulheres são subestimadas, mas isso está mudando. Às vezes isso se reflete na maneira em que nosso trabalho é valorizado e questionado.

// E o que te faz feliz?

Dias ensolarados e o sentimento de pertencimento.

Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
Tina​ ​Siuda por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Eu só posso falar sobre a minha experiência e eu diria crie o máximo que você puder até que tenha tanto que não caiba mais na sua gaveta... Não pense demais. Ah, e permita-se ser ajudada pelos outros.

// Você tem algum novo projeto em andamento?

Eu estou querendo publicar meu próprio livro. Eu já tenho a série de originais desenhados, agora é a hora de colocá-los juntos. Terão pequenos gatos e gigantes envolvidos.

COMPARTILHE
b
//+entrevistas