m
Talita
Marques
Brasil
vivendo em Rio de Janeiro . RJ
23 anos . letrista

Meu nome é Talita Marques. Sou designer, recifense no auge dos meus 23 anos. Como disse, sou formada em Design Gráfico, mas "abandonei" minha carreira como designer logo no comecinho dela, quando o lettering simplesmente invadiu minha vida e eu simplesmente não consegui largar mais ele. Hoje trabalho única e exclusivamente com isso. E sou extremamente apaixonada! Compartilho através do lettering, mensagens positivas e motivacionais (e até algumas indiretas - hahaha, quem nunca?) através das minhas redes sociais. Ensino as pessoas a fazerem lettering e isso pra mim é uma das coisas mais legais da vida.

Talita Marques por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Lápis, caneta, pincel me fazem me expressar através das minhas redes sociais, principalmente no Instagram.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Minhas inspirações vem de muitas coisas. É clichê falar, mas a inspiração pra mim vem de tudo ao meu redor. De uma música que eu ouvi, de uma arte de rua que eu vi. Óbvio que existem vários artistas que me inspiram muito, como por exemplo a Ora Arts, o Stefan Kunz e a Tati Matsumoto.

// Como é o seu processo criativo?

Antes de qualquer coisa, eu gosto de criar quando eu estou calma. Com a cabeça só naquilo, sem estar estressada ou apressada. Eu preciso que o momento de criação seja ali o meu momento. Depois eu sempre olho para a lista de frases que eu tenho, e eu escolho a que vou usar de acordo com aquilo que eu quero expressar no dia. Fazer lettering, para mim, é a forma como eu encontrei de me expressar fazendo uma coisa que eu amo. A partir daí eu começo a rascunhar a ideia e o lettering simplesmente vem.

Talita Marques por Projeto Curadoria
Talita Marques por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Eu gosto sempre de consumir coisas de arte. Sejam fotografias, músicas, ilustrações ou até outros letterings. Eu gosto de estar sempre envolvida por esse meio, para que assim eu sempre me mantenha criativa.

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Olha é muito difícil para mim definir um trabalho como preferido da vida toda. Porque isso muda constantemente. Hoje por exemplo, um dos trabalhos que mais amo é um lettering que fiz para um livro da Sandy (que vai apenas para participantes do Sandy Club). Eu simplesmente olho pra ele e fico encantada de como tudo se encaixou perfeito. Mas além desse, um dos projetos que eu gosto, são os letterings em pontos turísticos do Rio que eu fiz usando o pincel do stories. Por ser uma ferramenta tão básica e eu utilizar apenas o dedo para fazer, me faz admirar muito a minha capacidade de ter feito uma coisa tão legal!

Talita Marques por Projeto Curadoria
Talita Marques por Projeto Curadoria
Talita Marques por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Eu gosto de valorizar cada pequena vitória que acontece na minha trajetória, acho que isso é o mais gostoso. Posso listar alguns momentos gostosíssimos para mim, que me fizeram quase colocar o coração pela boca: primeiro quando o Tiago Iorc compartilhou uma arte minha que dei para ele de presente, no Instagram dele (quase chorei, sou muitíssimo fã desse rapaz!). Ou quando fui convidada para trabalhar junto com a Sandy (isso mesmo, do Sandy & Jr!!!). Sempre fui fã dela, desde pequena. E poder trabalhar com ela até hoje, é incrível! Além disso, também tive a oportunidade incrível de fazer letterings para o livro da blogueira Nah Cardoso, que também foi uma experiência maravilhosa! Enfim, como falei, vários momentos foram lindos e muitíssimo importantes!

Talita Marques por Projeto Curadoria
Talita Marques por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Meus artistas favoritos sempre vão mudando com o tempo, até porque eu sempre estou em processo de amadurecimento e de inovação com o meu traço. Hoje me inspiro muito na Ora Arts, que é uma artista tailandesa maravilhosa! Ela me faz querer sempre melhorar e testar coisa novas e diferentes. Uma outra pessoa que tem me inspirado muito, é a brasileira Tati Matsumoto. Ela é extremamente talentosa e me inspira taaaanto! Nos letterings e nas composições de fotos que ela faz também para expor o trabalho!

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Eu nunca sofri nenhum preconceito em me expressar livremente. Ainda bem! Ao contrário, sempre que as pessoas conhecem meu trabalho elas acham incrível e inspirador eu ser tão jovem (eles dizem) e ser tão talentosa e dedicada. Isso me faz ficar extremamente feliz.

Talita Marques por Projeto Curadoria
Talita Marques por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Trabalhar com lettering me faz feliz. Ser livre para poder colocar todas as minhas ideias em ação é a coisa mais deliciosa deste mundo. Outra coisa que me faz imensamente feliz e realizada é dar aula. Nunca pensei que pudesse falar isso, mas os workshops tem me feito estar tão grata que nem consigo por em palavras. A energia trocada em cada turma, colocar rostinhos naqueles arrobas que me acompanham e me apoiam tanto. Ver que o que eu ensinei ali foi bem passado e que todos estão felizes e realizados, isso me faz feliz!

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

A gente tem que se expressar e só. Falar e expor, seja lá como for, o que está dentro do coração. O que é de verdade, sem ficar com medo do que as pessoas vão achar disso ou daquilo. A gente está livre, livre pra poder abrir o coração para o mundo. E eu acredito muito que quando a gente faz as coisas com o coração e faz as coisas de verdade, isso voa pro mundo!

Talita Marques por Projeto Curadoria
Talita Marques por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Eu sempre estou com projetos e acho isso incrível. Agora estou com minha loja online, onde além de produtos personalizados, eu também criei material para quem quer aprender lettering. Então terão várias apostilas para a galera que quer aprender e não consegue ir para um workshop, por exemplo. Além disso, o meu canal no Youtube voltará a ser ativo nesse janeiro de 2018! Com muitas dicas e papo legal. Em 2018 as turmas de workshop continuam. Tanto com o módulo 1 para iniciantes, quanto com um novo módulo, mais avançado e cheio de conteúdo bacana. Além dos workshops presenciais, comecei a dar aulas particulares online, para aquelas pessoas que eu não consigo alcançar presencialmente. Então tem muita coisa gostosa rolando e vindo por ai!

COMPARTILHE
b
//+entrevistas