m
Serena García
Dalla Venezia
Chile
vivendo em Santiago . Chile
29 anos . artista

Eu sou a Serena García e tenho 29 anos, moro em Santiago do Chile há 10 anos; o resto da minha vida morei no campo junto com meus pais em uma cidade pequena chamada Los Andes.

Meus pais são artistas, então conheci esse mundo desde muito pequena. Sempre visitei ateliês, exposições e meus pais me ajudaram a ser criativa, a usar os diferentes materiais, a desenhar, bordar, cantar, etc…

Atualmente me dedico à arte têxtil e principalmente à aquarela, mas também faço outras coisas com outros materiais.

Serena García por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Aquarela, lápis, fios e tecidos. Me dedico principalmente à arte têxtil, mas não sou fechada à trabalhar apenas com esses materiais. Acredito que é possível fazer arte com qualquer coisa.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Me motiva poder transformar os materiais. Fazer com que um fio e uma tela se combinem de tal maneira que podem produzir volumes, formas e texturas. Também me motiva o desafio de trabalhar com gestos mínimos, como os pontos feitos com a agulha, que somados geram acumulações, grandes estruturas ou imagens.

Me inspira a natureza, sua ordem e sistemas. Me inspira ver como crescem as videiras, como se formam os corais, como se ordena o sistema nervoso dos animais, entre outras coisas.

Serena García por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Meu processo criativo quase sempre está relacionado com a acumulação, gerar grandes quantidades de uma coisa ou repetir um ato como costurar ou bordar incessantemente até gerar algo. Não tenho um processo muito definido, ou ao menos não sei verbalizar o que acontece em mim ao criar. Mas sempre sou muito metódica e trabalhadora.

// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Para me manter criativa, trato de ser sempre muito observadora. Ponho muita atenção em tudo que ocorre ao meu redor, as combinações de cores que vejo, as texturas, as obras de outros artistas, ao desenho, a natureza.

Não se trata de copiar, sinto justamente o contrário, se trata de reconhecer detalhes de cada coisa e logo reuni-los em algo novo. Para mim, a observação é a melhor fonte de ideias novas.

Serena García por Projeto Curadoria
Serena García por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Meus trabalhos favoritos são minhas instalações têxteis. Porque gosto de como se adaptam ao espaço e os intervém com uma nova imagem orgânica e suave. Também gosto muito quando estão cheios de degradações e misturas porque sinto que eu fiz um bom trabalho com as cores.

// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Em 2016 foi uma surpresa quando o site The Jealous Curator publicou o meu trabalho e compartilhou em suas redes sociais. Eles são uma plataforma muito importante com muitos seguidores e a partir desse momento comecei a receber muitos emails e contatos de pessoas que queriam saber mais sobre meu trabalho, me entrevistar ou comprar algo. Meus seguidores também aumentaram muito e finalmente isso me trouxe muito trabalho nos últimos meses e um bom feed back de muita gente, e isso é muito motivador para seguir trabalhando.

Serena García por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Na verdade tem muitos artistas que admiro muito, mas creio que isso não se reflita muito no meu trabalho. Trato de ser mais independente nas minhas criações. É bom ter referências, mas melhor do que olhar para trás é olhar para coisas novas.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Felizmente eu não vivi tanto tempo, a verdade é que eu não sou muito consciente disso, eu me sinto muito livre em meu trabalho.

Serena García por Projeto Curadoria
Serena García por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Trabalhar por conta própria. Poder me dedicar à algo que me apaixona é um presente da vida que me faz muito feliz. Também fico feliz ao conversar com outros artistas, poder compartilhar linguagens similares e ideias e reflexões em torno do significado da vida criativa.

Serena García por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

A chave é ousar. Brincar com os materiais, testar e não levar tão a sério. Para mim é assim que nascem as ideias, tem a ver um pouco com o acaso, com um conceito que eu gosto muito que é o “serendipity”, os resultados que encontramos enquanto buscamos outra coisa.

Serena García por Projeto Curadoria
Serena García por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Estou trabalhando em uma instalação que farei para a empresa da Jessica Helgesson em Portland nos Estados Unidos. Ela é uma decoradora muito talentosa que me convidou para exibir meu trabalho em um espaço precioso em seu local de trabalho, isso deverá ser em setembro ou outubro de 2017. Por enquanto estou trabalhando em novas texturas, cores e montagens para apresentar algo novo.

COMPARTILHE
b
//+entrevistas