X FECHAR
RESPONDA NOSSA PESQUISA E PARTICIPE DO
MAPEAMENTO DE PERFIL DE
MULHERES CRIATIVAS BRASILEIRAS
DO PROJETO CURADORIA
//PARTICIPAR//
*O resultado será divulgado em forma de infográfico neste site
m
Roberta
Cardoso
Brasil
vivendo em São Paulo . SP
38 anos . designer

Sou designer gráfico por formação e sempre me interessei por papéis, tipografia e impressos no geral. Também adoro fotografia. Consegui unir esses interesses na construção de imagem de moda - que é uma paixão. Desde 2009 tenho um estúdio de direção de arte com foco no universo da moda. A pintura em porcelana e as colagens vieram depois, em 2012, da necessidade de me expressar manualmente, mais livremente e sem briefing.

Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Lápis e papel, tesoura, cola, tintas, pincéis, bico de pena, porcelana, máquina fotográfica, celular e computador.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Eu crio para movimentar energia e tentar equilibrar melhor o mundo externo com o mundo interno. Me inspiro na natureza, no cotidiano, no caos das metrópoles, no feminino, nas diferentes culturas e rituais, cinema, dança, literatura, em pessoas que admiro, em pessoas comuns, no mistério, no inconsciente e na busca espiritual.

Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Gosto de juntar referências e ir colando na parede ou numa pasta do computador (ou as duas coisas ao mesmo tempo) numa pesquisa mais ampla que vou aos poucos afinando. Primeiro penso na cartela de cores. Depois desenho (no papel ou computador), monto, pinto, corto, colo, escrevo. Ás vezes pode ser um processo bem caótico pois estou sempre fazendo muitas coisas ao mesmo tempo. Quando estou com um tema na cabeça, sinto que tudo que está ligado a ele vai surgindo e se conectando de alguma forma.

Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Leio, vejo filmes, viajo, pesquiso muito na internet e também em livros, revistas e sebos. Converso e troco com outros criadores. Vou à exposições e centros culturais. Tento também fazer coisas que mantenham a minha energia alta e que me fazem manter o fluxo criativo que é fugir para a natureza sempre que possível, praticar yoga, respirar, mergulhar no mar, ficar em silêncio, cuidar das minhas plantas e dos meus gatos.

Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Tem dois trabalhos em porcelana que gosto muito que são o prato vulcão e a intersecção. Ambos estão ligados a processos específicos e bem pessoais mas que ao mesmo tempo noto que várias pessoas se identificam e se conectam com esses trabalhos também. Isso é muito legal.

Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

A minha primeira exposição de porcelanas, na Galeria Nacional em 2013. Eu estava começando a pintar e foi uma avalanche de estímulo e reconhecimento. Uma confiança no meu trabalho por parte da Galeria e uma confirmação do universo para que eu continuasse pintando e aprimorando cada vez mais meu trabalho.

// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Acredito que tudo que vivemos e pelo que somos atraídos nos influencia de alguma forma. Louise Bourgeois, Frida Kahlo, Claude Cahun, Matisse, Egon Schiele, Sonia Delaunay, Lina Bo Bardi, Leonilson, Vânia Mignone, Viviane Sassen, Hildegarda de Bingen. Nossa, tantos!

Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Sim, a herança de uma sociedade patriarcal tem impacto na expressão da mulher de hoje, como um todo. Fiz em 2011 uma série de colagens com o tema “crú”, que mostra figuras femininas formadas a partir de pedaços de carne, que aborda a objetificação do corpo da mulher.

// E o que te faz feliz?

Ser livre e verdadeira com meus princípios. Trocar. Estar perto das pessoas que amo. As coisas simples da vida. Ser capaz de ver o lado bom em tudo o que há.

Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
Roberta Cardoso por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Buscar o autoconhecimento. Quando nos conhecemos bem, somos mais capazes de expressar algo verdadeiro em nós e produzir assim de forma mais autêntica. Todos somos criadores em potencial. Também aconselho a não se importarem tanto com as opiniões dos outros e deixarem a sua voz interna e intuitiva falar mais alto.

// Você tem algum novo projeto em andamento?

Estou desenvolvendo uma performance que envolve dança e porcelanas, abordando questões sutis do universo feminino.

Fotos por Yasmin Klein

COMPARTILHE
b
//+entrevistas