m
Raquel
Rodrigo
Espanha
vivendo em Valência
32 anos . artista . designer de interiores

Estudei Belas Artes em minha cidade, Valencia na Espanha, onde descobri minha paixão pelas instalações artísticas, pelo design de interiores e a possibilidade de transmitir emoções jogando com diferentes elementos.

Me dedico à cenografia de teatro, à elaboração de vitrines de lojas e seus interiores.

Há dois anos também dedico quase todo o meu tempo ao meu projeto pessoal arquicostura.

arquicostura22
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Gosto de criar sensações jogando com o espaço e diferentes elementos. Trabalho com madeira, com telas, elementos recuperados, spray, vinis, etc... Mas sempre me encontro na costura.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Criar emoções e transmitir sensações, fazer as pessoas felizes.

Eu costumo trabalhar em diferentes projetos que já partem de uma premissa, assim cada projeto é um mundo único, e eu me dedico por inteira a esse novo desafio. Posso encontrar inspiração em um filme, em livros, em revistas de design, passeando...

arquicostura19
// Como é o seu processo criativo?

Quando tenho um projeto para realizar, inconscientemente ele nunca desaparece, cada estimulo que recebo vou processando. Curiosamente, o meu horário criativo é normalmente às 4h da manhã, se eu acordar nessa hora, é como um momento mágico, penso no projeto e fico sozinha. Eu acredito que nessa hora, estou em uma fase do sono em que não me julgo e vale tudo.

A primeira fase é encontrar um conceito, uma ideia sobre a qual basear o projeto, em seguida, vêm os esboços, a maquete, a busca de materiais e a construção.

arquicostura23
raquelrodrigo1
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Sigo criando. Não imagino uma vida sem criar, é algo que está comigo sempre. Ainda assim, tento fazer coisas diferentes para relaxar a mente e seguir criativa. Tento também viajar quando posso, isso sempre me mantém criativa.

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Amo meu trabalho, dou tudo de mim em cada projeto porque não sei fazer de outra maneira, assim cada um tem uma parte de mim, e todos gostam de mim por essa dedicação.

Gosto muito de cuidar dos detalhes, acredito que assim se nota o sentimento.

raquelrodrigo2
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Eu trabalhei em uma parceria e fizemos uma boa equipe de criação, mas precisava continuar meu trabalho sozinha. Acho que a arte é uma necessidade de expressão, e compartilhar essa parte era me afastar de mim mesma. Me separei e segui crescendo com meu projeto pessoal arquicostura, que se tornou a minha linguagem.

arquicostura27
arquicostura4
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

James Turrey, Marina Abramovich, Robert Wilson, Do-ho Suh e muito mais.

São artistas dedicados ao espaço, alguns trabalham com o corpo, outros com a luz. Robert para mim é um cenógrafo excepcional e o artista coreano Do-ho Suh também trabalha com a costura.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Na verdade eu não sinto. Estou feliz por ter resgatado uma arte feminina, que nunca foi reconhecida. O ponto cruz era feito por mulheres em suas casas, obras de arte que nunca foram reconhecidas.

Com a arquicostura pretendo tomar as ruas com essa parte íntima da casa, além de ser uma linguagem internacional. As pessoas me agradecem por fazê-los felizes e fazê-los se sentir em casa quando veem o meu trabalho, para mim é muito gratificante.

arquicostura3
// E o que te faz feliz?

Ajudar a fazer as pessoas felizes e se consigo com o meu trabalho, é muito melhor.

Preciso estar criando constantemente, gosto de desenhar, mas também tenho uma necessidade de trabalhar com as mãos.

arquicostura5
raquelrodrigo_arquicostura2
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações ?

A minha dica é e sempre será trabalhar duro. Minha vida gira em torno do meu trabalho. Ao colocar minhas obras nas ruas, também tem sido uma maneira muito fácil de alcançar as pessoas em todo o mundo e o uso das redes sociais para mostrar o seu trabalho é essencial.

Eu alterno trabalhos que recebo de diferentes clientes, com a criação dos meus próprios produtos e a participação em festivais internacionais de arte urbana.

// Você tem algum novo projeto em andamento?

Atualmente estou criando produtos próprios, vamos ver o que sai...

Estou criando elementos de decoração de casamentos para alugar e estou projetando elementos, tais como divisórias de ambientes.

COMPARTILHE
b
//+entrevistas