m
Priscila
Furtado
Brasil
vivendo em Fortaleza . CE
30 anos . artista . designer . ceramista

É difícil falar sobre eu mesma. Sou formada em Design, trabalho na área de Design Gráfico há 8 anos, e mais recentemente nas Artes Visuais com a cerâmica. Tenho um projeto com minha irmã gêmea, Nadiuska Furtado, chamado Uinverso, desde 2013. Criamos esse projeto para trabalhar com algo que acreditássemos e para ter liberdade de expandir nosso conhecimento e explorar diferentes áreas. Aprender a usar a argila e através dela criar uma linguagem para nossos desenhos, tem sido um dos focos do nosso trabalho.

Priscila Furtado por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Lápis, tinta, argila, câmera e computador.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

A possibilidade de criar algo do início ao fim, transformar materiais, de poder pegar no que antes era apenas uma ideia.

Priscila Furtado por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Depende, com projetos de design gráfico e comissões, acredito que tem uma sequência e tempo definido. Começando por um briefing, seguido de pesquisa, estudos, conversas, criação, até a finalização e ajustes.

Já em criações pessoais tento não apressar, deixo o processo e o material me guiar. Uso esses trabalhos para aprender, aprimorar técnicas e refletir.

Priscila Furtado por Projeto Curadoria
Priscila Furtado por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Gosto de fotografar, ler sobre assuntos que me interessam, assistir documentários, filmes, passear, viajar, ir a exposições. Pesquiso artistas, materiais, músicas, pessoas que tenham uma percepção parecida ou complementar a minha. E converso com minha irmã gêmea sobre arte, design, cerâmica, música…

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Definitivamente trabalhar com argila é umas das coisas que mais gosto de fazer. As possibilidades de transformação do barro são incríveis. É um material com o qual a gente colabora mais do que define. Leva tempo e muito trabalho físico. E faz com você aceite as imperfeições e a falta de domínio total do processo.

Priscila Furtado por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Sim, em 2014 quando parei de adiar, juntei um dinheiro e decidi investir em um curso de cerâmica. Esses quase 3 anos de aprendizado influenciaram completamente meu trabalho. Me levou a conhecer outras áreas que antes não tinha reparado tanto.

Priscila Furtado por Projeto Curadoria
Priscila Furtado por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

É uma pergunta difícil, já que vai de Van Gogh a Carl Sagan. Gosto de design, arquitetura, pintura, escultura… acredito que os materiais sempre me inspiram e me levam a novos caminhos . A curiosidade de como o mundo funciona, diferentes culturas, as criações humanas, a relação do universo e da natureza com o ser humano, os mistérios e maravilhas do Cosmos são assuntos que sempre estarão na minha prateleira de favoritos. Tento traduzir essa curiosidade no meu trabalho de uma forma simples, silenciosa e harmônica.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Acredito que existe, mas que estamos em uma fase de transformação. Com mais mulheres se inserindo em diferentes áreas, recebendo apoio e mostrando para outras mulheres que não existe algo que elas não possam fazer, esse preconceito vai diminuindo.

Quando fiz faculdade de Design, em 2007, percebi que nas salas de aula tinham mais homens que mulheres. Mas hoje sinto que descubro mais trabalhos de artistas/designers mulheres. Ou elas se posicionam melhor nas redes.

// E o que te faz feliz?

Viajar, trabalhar com argila, criar algo do começo ao fim, comer e andar de bicicleta.

Priscila Furtado por Projeto Curadoria
Priscila Furtado por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Trabalhar com criação pode ser um processo de se encontrar. Acredito que estudar bastante, perceber o que chama sua atenção, não se perder nas tendências do momento e respeitar o trabalho de outros artistas/inspirações, são pontos importantes nesse processo.

Priscila Furtado por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

A gente sempre está com uma lista de coisas que queremos fazer. Tem um projeto que já está pronto fazem meses, mas faltava tempo pra organizar e produzir. Como fazemos o processo todo, desde a criação, fotografia, produção… acaba demorando, mas sai. Aos poucos mostramos no Tumblr e Instagram.

Priscila Furtado por Projeto Curadoria
COMPARTILHE
b
//+entrevistas