m
Natalia
Brasil
Brasil
vivendo em Florianópolis . SC
35 anos . fotógrafa . bordadeira

Me chamo Natalia, moro em Florianópolis e sou formada em Design Gráfico. No último ano da faculdade comecei a trabalhar como diagramadora de álbuns de casamento. Eu amava! Amava estar em contato com fotografia e com a minha profissão escolhida até então; o design.

Nessa mesma empresa comecei a fotografar os casamentos. No começo era tudo lindo e grandioso para mim. Eu adorava. Aos poucos, conhecendo mais desse mundo, fui vendo que não tinha mais a ver com os meus valores e propósitos, então em 2011 saí do mundo da fotografia jurando nunca mais voltar. Não durou muito tempo, em 2012 voltei como autônoma empreendedora, cheia de receios mas criei coragem e fui. Desde então trabalho com o que realmente amo e isso me dá forças todos os dias. Em 2016 aprendi a bordar e um novo mundo se abriu para mim. Eu achei que seria fotógrafa o resto da minha vida e que nunca, em hipótese alguma, poderia ter outro trabalho além da fotografia. Ledo engano. O bordado me abriu canais incríveis, me trouxe mais criatividade e calma.

Natalia Brasil por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Bordado e fotografia.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Uma das coisas que mais me inspira são conversas com os amigos. Qualquer tipo de conversa. Aprendo muito escutando a história de outras pessoas. Gosto da troca de ideias. Todo mundo tem algo a te mostrar e ensinar.

// Como é o seu processo criativo?

Pesquiso bastante coisa na internet. Guardo referências, adoro ler blogs e ver vídeos no youtube.

Natalia Brasil por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Uma das coisas que mais me ajuda na criatividade é simplesmente bordar. Quando bordo entro num estado de foco e silêncio. É muito terapêutico. Em meio a isso, sempre surgem novas ideias. Ler também me ajuda bastante. Uma leitura muito bacana sobre criatividade é o livro da Elizabeth Gilbert; Grande Magia; que fala sobre criatividade. Ah! E o Pinterest também me ajuda muito!

Natalia Brasil por Projeto Curadoria
Natalia Brasil por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Meu projeto preferido está em andamento no momento. Se chama “Mulheres Bordadas”. É um projeto em que uno a fotografia com o bordado.

// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Tive dois marcos decisivos na minha carreira. O primeiro foi em 2012, quando me demiti de um emprego em uma agência de publicidade para trabalhar somente com fotografia. Nunca achei que iria me demitir na vida. Foi uma decisão muito difícil e o começo como autônoma foi bem complicado. Mas hoje vejo que não poderia estar em outro lugar.

E o outro marco importante foi em 2016 quando comecei a bordar despretensiosamente e acabei tornando o hobby em um novo trabalho. O bordado me ajudou a superar uma fase bem difícil que estava passando e por isso seu significado na minha vida é muito especial.

Natalia Brasil por Projeto Curadoria
Natalia Brasil por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Na fotografia me inspiro muito no fotojornalismo do Sebastião Salgado. Adoro o seu preto e branco contrastado. Também me inspiro em algumas fotógrafas americanas que fazem um trabalho muito bacana em fotografia de família.

No bordado não poderia deixar de dizer que o Clube do Bordado é uma grande inspiração. Ver seis mulheres jovens trabalhando com algo manual e fazendo acontecer numa era tão tecnológica é realmente inspirador.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Eu acho que existe preconceito, mas não sinto isso no meu trabalho. Penso que as minhas duas áreas de trabalho são bem femininas e talvez por isso não sinta esse preconceito.

// E o que te faz feliz?

Praia e contato com a natureza. Dançar, cozinhar, viajar, bordar, fotografar e estar entre amigos com riso solto.

Natalia Brasil por Projeto Curadoria
Natalia Brasil por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Se conheçam. Autoconhecimento é a chave de sucesso para muita coisa. Quando você se entende, sabe do seu tempo e das suas manias, você vai saber o que é bom para você em praticamente tudo na vida, inclusive na área de criação.

Natalia Brasil por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Recentemente criei uma nova marca de fotografia para começar a fotografar num nicho que amo muito: fotografia feminina. A marca se chama Cura Fotografia Feminina, e tem a intenção de mostrar às mulheres o quanto a fotografia pode ajudar no processo de aceitação e amor próprio. Tem sido um novo e lindo processo na minha vida!

Natalia Brasil por Projeto Curadoria
COMPARTILHE
b
//+entrevistas