m
Martha
Guevara
Peru
vivendo em Rio de Janeiro . RJ
27 anos . ilustradora . bordadeira . designer

Nasci na cidade de Chachapoyas, que fica ao norte do Peru. É um lugar no meio das montanhas, cheio de mistério e cultura, além de uma arquitetura espanhola maravilhosa e uma grande riqueza de trabalhos artesanais, como os teares, a pintura e a cerâmica feita com barro. Na escola as aulas de arte e bordado sempre foram minhas preferidas, e nesta época, eu participava de concursos de desenho. Nesses concursos, tínhamos que elaborar cartões para datas especiais utilizando diferentes tipos de materiais e eu ganhei alguns!

Ao terminar a escola me mudei para a cidade de Lima e me formei em Design de Moda no Centro de Altos Estudos da Moda, foi aí onde comecei a desenhar figurinos e expressões do rosto; também foi onde comecei a definir meu estilo de desenho.

marthaguevara18

Ao finalizar meus estudos, percebi que meus desenhos de moda não expressavam o que eu sentia. A partir de então, iniciei minha aventura para descobrir maneiras de expressar minhas ideias e emoções. Viajei para Argentina e fiz algumas oficinas de penteado, consultoria de imagem e coolhunting. Quando voltei ao Peru percebi o quanto eu havia mudado. As ideias fluíam muito e eu sentia que precisava conhecer outros lugares e experimentar novas vivências, foi quando decidi vir ao Brasil dar continuidade aos estudos, e fiz uma pós-graduação em Marketing e Comunicação de Moda. Cheguei em 2014 e desde então venho passando por um processo de auto-conhecimento muito grande, com relação a mim e à minha arte.

Sinto que meu traço foi se aperfeiçoando a cada descobrimento e novas experiências. Nunca deixo de explorar e testar novas superfícies e novos materiais para o meu trabalho. Tenho certeza de que estou no caminho certo!

// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Meu trabalho foi evoluindo muito: comecei ilustrando com lápis e papel - uma das minhas ferramentas preferidas - mas gosto de misturar muitas técnicas em um mesmo trabalho, tais como aquarela, pastel, lápis e bordado. Tenho a capacidade e facilidade para trabalhar em diferentes superfícies, meus últimos projetos foram em tela, madeira e tecido, e agora estou me aventurando com outros elementos, estou testando bordar em folhas secas.

É incrível como as coisas simples podem se transformar em uma obra de arte!

marthaguevara17
marthaguevara4
// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Acho que viajar é uma das coisas que mais me inspira. Sair da minha zona de conforto, num primeiro momento, gera em mim o caos, desconforto e insegurança. Essas sensações me ajudam no processo criativo.

As culturas diversas e as pequenas coisas do dia-a-dia, os passos acelerados, longos e curtos. A vida sempre segue um ritmo frenético e as coisas que não consigo expressar com a fala - desejos e sonhos, alguns particulares e outros compartilhados - trasformo em arte.

// Como é o seu processo criativo?

As ideias vêm em quaisquer circunstâncias: por exemplo, posso estar conversando com alguém e no meio da conversa surge uma ideia. Para isso, tenho sempre comigo um pequeno caderno onde costumo rabiscar ou escrever as ideias que me inspiram para transformá-las em imagem depois. Mas tem algumas situações em que a inspiração chega com muita intensidade e as ideias vêm uma atrás da outra. Quando acontece isso, tenho que parar o que estou fazendo para ao menos esboçar o que está na minha mente, e as técnicas a serem utilizadas já surgem durante esse brainstorm.

marthaguevara8
marthaguevara16
marthaguevara33
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Eu gosto de seguir meus desejos de cada dia, tem dias que gosto de caminhar. Pego minha câmera fotográfica e deixo que meus pés me levem a qualquer lugar, posso terminar sentada num parque ou numa praça e ficar muito tempo só observando e tirando fotos de pessoas ou coisas que chamam minha atenção. Também gosto muito de ouvir histórias de pessoas desconhecidas, então muitas vezes em que estou sentada observando, puxo conversa com alguém que esteja próximo a mim. Essas histórias também me estimulam a criar.

Outras vezes só preciso do contato com a natureza e me desconectar de todo o resto para me inspirar. Tem momentos que adoro compartilhar com pessoas, mas também adoro ficar sozinha em silêncio. Gosto de ficar em casa, ler poesia, filosofia, algum artigo que me inspire. Todos esses momentos contribuem para que eu me mantenha criativa.

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Depois de um tempo no Brasil, conheci um projeto chamado Arte em Ação. É um projeto voluntário em que artistas se reúnem para oferecer oficinas gratuitas em diferentes lugares no Rio de Janeiro, para pessoas de várias idades e situações econômicas. Esse projeto foi uma das experiências mais bonitas que tive no Brasil, pois pude comprovar o quanto o aprendizado é sempre mútuo e o quanto a arte pode, também, contribuir para transformar a vida das pessoas.

marthaguevara11
marthaguevara17
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Eu tive três marcos importantes: o primeiro foi em 2011, quando trabalhei fazendo capacitação em comunidades de artesanato em diversos povoados do estado do Amazonas peruano. Acredito que esse foi o momento em que descobri minha paixão por trabalhos feitos à mão: os teares e os bordados de cada povo são surpreendentes, aprendi bastante. Foi a primeira vez que me dei conta do quanto sempre estamos aprendendo e ensinando, e o quanto os povos tradicionais têm a nos mostrar.

O segundo momento que marcou minha trajetória foi em 2013, quando fiz uma viagem à Argentina. Foi aí que descobri minha paixão por viajar e conhecer novas culturas e tudo isso me ajudou a descobrir mais sobre mim. Percebi que por conta da correria do dia-a-dia, eu já não estava fazendo o que eu mais amo, que é criar. Nessa época eu trabalhava como Visual Merchandising em uma loja em Lima e não sobrava nenhum tempo para ilustrar, bordar ou pintar. Essas férias na Argentina foram fundamentais para que eu me desse conta disso.

O terceiro momento marcante foi a vinda ao Brasil. Minha mãe foi uma das pessoas que mais me ajudou nessa loucura de sair do meu país e me deixou voar sozinha. Aqui tive a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas que contribuíram e ainda contribuem muito em meu crescimento como artista. No Brasil também decidi que criar e ilustrar vai ser o meu trabalho em tempo integral, desejo que seja para sempre.

marthaguevara12
marthaguevara7
marthaguevara13
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

A natureza, o feminino e a arte surrealista têm total influência no meu trabalho. Tem muitos projetos e pessoas que me inspiram, uma delas é minha mãe, uma mulher muito batalhadora. Sinto que minha arte reflete muito essa luta pela vida, pela liberdade e também a coragem para vencer os medos.

É claro que há muitos artistas que me inspiram, mas o que mais me toca são os acontecimentos do cotidiano e as pessoas comuns que encontro em meu dia-a-dia.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Eu sinto que as coisas estão mudando muito em relação à mulher, acho que estamos mais seguras de nós mesmas e aceitando-nos mais com relação ao que somos e não com relação aos padrões impostos. Eu não sinto que sofro preconceito por ser uma artista mulher, porém, sinto que existe preconceito em relação ao artista de forma geral, seja homem ou mulher. Sempre escuto comentários do tipo “de arte não se vive”; “as pessoas não valorizam a arte, é melhor trabalhar fora”; “isso só pode ser um passatempo”…

Mas sempre vai ter gente para criticar ou estimular. Acho que atualmente tem muita gente valorizando o processo manual e eu espero que isso continue!

marthaguevara13
marthaguevara9
// E o que te faz feliz?

Uma das coisas que mais me faz feliz é desenhar. Isto sempre me deixa num estado meditativo, é um dos momentos que me sinto vivendo no presente e sinto que com minha imaginação posso voar e chegar onde eu quiser. Também me sinto muito feliz quando falo com minha família e amigos pelo telefone, já que estamos longe fisicamente. Viajar também faz acelerar meu coração. Amo a estrada e observar o caminho, amo as coincidências da vida, adoro conhecer pessoas que sempre me soltam um sorriso sem nem me conhecer ou puxam conversa comigo espontaneamente.

A cada dia sinto que vou deixando os medos passados e vou superando cada obstáculo. Essas são as coisas que deixam minha vida mais leve, me proporcionam crescimento e me fazem muito feliz.

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações ?

O primeiro passo para tudo é acreditar, ninguém mais vai fazer isso por nós. Acreditar que já somos perfeitas, mesmo com nossos defeitos; isso nos faz especiais.

Nunca se compare com outros e nunca desista de seus sonhos. Vá em busca do que está dentro de você e continue na luta, porque às vezes a vida te fecha alguns caminhos mas te abre outros.

Essas experiências vão moldando nossa alma. Acredito que a paciência é uma das virtudes mais valiosas que uma pessoa pode ter, porque o caminho é longo e vai se abrindo lentamente.

Deixe para trás o passado e não fique preocupada com futuro, viva seu presente, comece a descobrir mais coisas, viaje, cante, dance, corra…

Faça as coisas que fazem vibrar seu coração, viva com intensidade!

marthaguevara8
marthaguevara10
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Há algum tempo iniciei meu projeto de produtos artísticos para decoração com meu nome Martha Guevara. Faço telas, bordados e ilustrações em diferentes superfícies. Tudo é feito à mão. Além de deixar seu cantinho mais lindo, meus trabalhos contam uma história. Este ano pretendo abrir um site e formalizar uma loja online. Também começar a fazer uma linha de produtos de papelaria (cartões, cadernos, envelopes e adesivos). Essa nova linha de produtos visa à preservação do meio ambiente, então os artigos de papelaria serão feitos com materiais reciclados. Tenho em meus planos fazer algumas parcerias com marcas que compartilham os mesmos valores de minha marca.

COMPARTILHE
b
//+entrevistas