m
Mariangela
Souza
Brasil
vivendo em Belo Horizonte . MG
45 anos . ilustradora

Desde criança eu gosto de trabalhos manuais e arte, minha mãe sempre nos incentivou, lembro que ela tinha um saco cheio de retalhos de tudo (fitas, rendas, papéis, tecidos) e era uma festa abrir aquele saco na hora de escolher detalhes para os trabalhos escolares, ela tinha também um “caderno de riscos” com ilustrações diversas, pra gente copiar quando precisasse, era um livro de consultas e todas as ilustrações tinham sido feitas por ela. Mas (!) cresci, me formei em Publicidade e a arte foi para o fundo do baú.

Numa determinada época da vida, me mudei pra João Pessoa, na Paraíba e fiquei lá por quase 5 anos. No final desses 5 anos passei por um momento bem ruim... estava longe da minha família, tinha me separado... me sentia só, com muitas dúvidas, uma delas era assumir voltar pra Minas ou ficar por lá... tudo estava pesado demais. Foi nesta fase que me lembrei de umas canetas de desenho que estavam guardadas (acho que no mesmo baú onde guardei o meu interesse pelas artes) peguei essas canetas e comecei a desenhar... sem nenhum compromisso com o resultado final, a ideia era fazer algo que me desse prazer naquele momento ruim. E foi uma experiência bem interessante, eu não queria fazer mais nada além de desenhar. Na época trabalhava em uma agência de publicidade e ficava louca pra chegar em casa e desenhar.

Desenhei.. desenhei... e desenhei!

Voltei pra BH, trabalhei em algumas agências de publicidade mas nunca mais deixei de desenhar, em paralelo ao trabalho com a publicidade fiz algumas coisas como: uma exposição, ilustrei uma agenda para um hospital infantil de BH, aprendi a ilustrar em porcelanas, comecei a fazer porcelanas personalizadas, abri uma loja, fechei a loja, fiz um curso de ilustração científica de botânica e foi a partir desse curso que nasceu um amor especial pelas plantas.

O gosto pela ilustração cresceu tanto que resolvi que deveria dar mais atenção ao meu desejo de viver fazendo arte, li muito, estudei, fiz cursos, planejei e decidi sair do meu trabalho fixo e investir nas ilustrações. Estou vivendo essa transição, neste momento, com um baita frio na barriga, mas um desejo enorme de fazer acontecer e de dar certo. Esses dias li uma frase que acabou virando um mantra: “navegue na direção dos seus medos” e é isso que estou fazendo! Se vai dar certo, ninguém sabe, mas de uma coisa eu sei, não vou olhar pra traz e dizer que não tentei!

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Comecei com nanquim e ainda tenho um amor especial por essa técnica, além de amar o preto e branco, mas gosto de experimentar coisas novas: nas porcelanas uso uma tinta especial e desenho nelas com bico de pena e a aquarela foi uma técnica que me despertou uma alegria enorme, é uma delícia ver a tinta se misturando com a água e dando forma aos desenhos, é um espetáculo!

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

A minha motivação maior é despertar um sentimento bom em alguém. Eu amo saber que uma pessoa ficou feliz ao ganhar alguma coisa que criei, esta é a minha maior recompensa. Recentemente criei um conjunto de porcelanas personalizadas, para um presente de casamento, os noivos agradeceram a pessoa que os presenteou e contaram que tinha sido o presente que eles mais gostaram. São esses retornos que me inspiram.

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Difícil definir isso porque cada processo é um, eu não tenho uma lógica específica que sigo. Para os presentes personalizados eu gosto de saber tudo sobre quem vai ganhar (tudo mesmo, assim vou poder surpreender com detalhes que somente quem ganhar vai entender, acho que esse é um dos segredos!) depois que ouço as histórias, imagino uma ilustração que representa bem as pessoas envolvidas.

Outro “processo” é a pesquisa sem compromisso, acho que isso acaba despertando ideias muito bacanas, por exemplo: recentemente estive na casa da minha mãe que me mostrou uma coleção antiga de dicionários (e ilustrados!) vi página por página e aqueles desenhos me despertaram um desejo de fazer uma determinada coleção.

Acredito que meu processo criativo começa no olhar: ver, admirar e se me despertar interesse eu aprofundo numa pesquisa pra realizar algum projeto.

// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Pesquiso muito na internet, Instagram (amo!), gosto de ver livros infantis, revistas, troco muita coisa com amigos que também gostam de arte, sempre que posso vou ver exposições, vídeos no Youtube (tem de tudo, antes de fazer o curso de ilustração científica de botânica, eu nunca tinha tido contato com tintas para aquarela, comprei algumas e comecei a fazer vendo vídeos no Youtube e o resultado foi bem bacana!).

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Atualmente estou envolvida em um projeto que se chama Curandoria – Curadoria das Curandeiras. Tinha que fazer uma tarefa pra um curso que duraria 30 dias. Resolvi fazer 30 ilustrações de plantas que curam emoções. Ilustrei 30 tipos diferentes, gostei tanto que criei uma coleção de porcelanas com esse tema, vou também fazer uma exposição das ilustrações e está nos planos produzir um livro (esse ainda é um desejo que está na cabeça). Este projeto está me dando um prazer enorme: conhecer mais sobre as plantas e divulgar os seus benefícios!

Outro projeto que está saltitando na cachola é a pintura em paredes, já fiz algumas internas mas estou com planos de fazer pinturas externas, acho que, depois de janeiro, esse projeto vai acontecer!

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Sem dúvida, foi o momento em que me senti muito triste em João Pessoa, porque foi justamente aí que comecei a desenhar e o gosto por isso cresceu. Eu tinha me esquecido de uma sensação que tive nesta época... me lembrei agora: eu pensava que não poderia morrer de jeito nenhum, porque queria desenhar muito ainda. Nunca mais senti isso, mas naquela época era bem forte, a ilustração realmente me ajudou a superar a fase difícil.

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Logo quando comecei a desenhar, descobri Escher e me apaixonei. Eu adoro as formas dele e o P&B. É sem dúvida um dos artistas que eu mais gosto!

Uma outra inspiração são livros de biologia, no início eu fazia um traço bem orgânico e adorava ver esses livros (tenho um de vírus e bactérias que tem formas lindíssimas), os micro organismos são uma fonte de inspiração pra mim!

Depois do curso de ilustração científica conheci o trabalho de uma inglesa que morou muitos anos no Brasil e ilustrou plantas da Amazônia , chama-se Margaret Mee e tem um trabalho rico e lindo, uma excelente fonte de inspiração.

Gosto muito também do trabalho do Nestor Junior, eu amo os cabelos e as estampas que ele faz e com aquarela!

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Existe sim!!! Nós mulheres ainda somos bastante vigiadas e censuradas. Já avançamos muito em relação à situações no passado, mas ainda precisamos nos autoafirmar o tempo todo. Saindo um pouquinho do contexto da arte, um exemplo meu: tenho 45 anos e não sou casada e é incrível como sou cobrada por não ter me casado ou ter tido filhos... a sociedade ainda espera mulheres que nascem, crescem, casam, têm filhos e morrem... mas acredito que estamos caminhando pra mudar isso de vez!

Em relação ao meu trabalho, não senti esse preconceito, mas talvez pelo fato da minha arte não ter uma “pegada” de protesto... não sei, mas acho que é por isso...

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Desenhar e saber que contribui pra fazer alguém feliz, isso me deixa muuuuuito feliz!!!

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Acho necessário conhecer e aprimorar técnicas, pois são elas que vão gerar trabalhos cada dia melhores.

Aprender a dar valor ao trabalho realizado e saber cobrar por ele (digo isso pra mim também!!)

E... seguir o coração e a intuição, SEMPRE. Eu acho que, quando a gente faz qualquer coisa com coração e ouve a intuição a gente anda por um caminho mais leve, mais bonito e seguro!

Mariangela Souza por Projeto Curadoria
Mariangela Souza por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

É o projeto Curandoria – Curadoria das Curandeiras, que citei acima. Estou totalmente envolvida nele. Na minha página do Facebook tem um álbum que se chama Curandoria e tem as 30 ilustrações que criei com um texto falando sobre cada benefício da planta ilustrada. No meu Instagram também tem. Está nos planos criar um ambiente virtual pra reunir e divulgar o trabalho que faço, ano que vem ele sairá do papel!

COMPARTILHE
b
//+entrevistas