m
Maria Gabriela
Andrade
Brasil
vivendo em Rio de Janeiro . RJ
25 anos . estilista . ilustradora . designer

Sou formada em moda e trabalhei durante 6 anos na área, nos últimos 3, passei a tocar simultaneamente meu projeto de ilustração e estamparia. No final de 2017 resolvi me dedicar totalmente ao meu trabalho artístico e como freelancer de estampas.

Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Com certeza a pintura e o desenho. Tenho bastante intimidade com a aquarela, material que usei desde o princípio e atualmente tenho me aprofundado no nanquim.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Sinceramente, tudo! Cores, formas, texturas...

Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

No dia a dia não tenho algo específico, mas estou sempre em busca de referências e enriquecimento do olhar. Visitar novos lugares, exposições e conhecer trabalhos de artistas ainda desconhecidos por mim são fundamentais. Tudo isso fica na caixinha imaginária da nossa mente. Quando você senta pra criar essas referências brotam de maneira natural.

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Com certeza quando tenho liberdade de criar algo que, de fato, tenha minha identidade.

Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Sim! Como disse no início, sempre trabalhei com moda, fui estilista nos últimos anos e abandonar o mercado foi uma decisão muito difícil. Sair de um emprego formal te faz desistir automaticamente de certas seguranças e garantias e isso já é por si uma grande decisão.

// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Muito difícil de pontuar. Tenho referências de acordo com o estilo que estou abraçando no momento. Atualmente tenho me interessado muito por artistas brasileiros como Lygia Clark, Oiticica e Lygia Pape. Acredito que se deva muito ao fato de estar trabalhando com nanquim.

Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Com certeza, todo tempo as mulheres são repreendidas, podadas e censuradas. Às vezes de maneira sutil, mas muitas de maneira agressiva e opressora. Nunca tive grandes problemas, mas tudo que falei acima se confirma na reação do público com um dos meus últimos trabalhos. Retratei uma vagina com flores e foi a ilustração de menor aceitação e que menos vendi nos últimos anos.

Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Produzir e saber que meu trabalho faz bem a mim e a outras pessoas.

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Estudar, buscar o novo e estar sempre aberta e disposta a receber novas informações, sem preconceito e de coração aberto.

Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Sim! Estou desenvolvendo uma mini coleção de t-shirts com a marca capixaba Arizona. Serão estampas exclusivas e super limitadas. Primeira parceria no universo da moda que irei assinar.

Maria Gabriela Andrade por Projeto Curadoria
COMPARTILHE
b
//+entrevistas