m
Luciana
Campos
Brasil
vivendo em São Paulo . SP
36 anos . ilustradora

Meu nome é Luciana, nasci na Freguesia do Ó, que até hoje não sei se é Zona Oeste ou Norte, sempre desenhei desde criança e como fui filha única por um longo tempo com pais que trabalhavam, criei meu universo paralelo musical com histórias desenhadas em vários cadernos de desenho. Sempre era uma história de uma família que viajava levando tudo que tinham em suas mochilas, acho que daí começou uma vida meio livre . Quando eu tinha uns 16 anos descobri o Retrô na minha vida, uma casa noturna na Santa Cecília que me abriu um universo ao qual eu me sentia pertencer, ao mesmo tempo minha mãe me sugeriu fazer um curso de moda, mostrando um trabalho de uma amiga... eu só me lembro de uma frase minha "eu vou ter que desenhar roupa o resto da minha vida?"... estou contando isso, porque acho que a vida te dá sinais em momentos certos e se você não entende de primeira, ela volta e te mostra tudo de novo. Enfim me formei em Moda e fui bem sucedida para os padrões, mas eu acho que cada ser humano é plural e ele não precisa fazer apenas uma coisa e hoje, após 15 anos de moda eu me permito fazer o que eu tenho vontade e não apenas desenhar roupa o resto da minha vida e a sensação que eu tive no Retrô aos 16 anos aconteceu novamente ao entrar em uma loja que era meio floricultura, meio laboratório científico com estudos botânicos em San Francisco, redescobri minha turma, não sei se para sempre mas as emoções descrevem as pessoas.

Luciana Campos por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Desenho, aliar design a jardinagem de forma sustentável, fotografia e gosto muito de escrever, mas preciso me dedicar um pouco mais.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Poder inspirar as outras pessoas me motiva muito, o que me inspira está em minhas memórias, está no meu olhar, a visão de cada pessoa é muito particular... um dia me falaram que para ver a beleza, você tem que olhar a cidade com olhos de turista ou de criança, tento ser assim eu tudo que observo... mais de criança... ter um olhar livre...

Luciana Campos por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Começa com um estudo científico de plantas e ao mesmo tempo um estudo emocional do que ela me transmite ou de algum lugar que ela me leva, ou quando causa alguma estranheza... não sou bióloga, então meus registros são mais livres de padrões científicos, mas gosto muito dessa estética.

Luciana Campos por Projeto Curadoria
Luciana Campos por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Me mantenho curiosa, estudo muito e me desafio a ser melhor do que antes, não existe competição externa... existe evolução interior.

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Gosto de todos de formas diferentes... gosto muito dos adesivos botânicos que eu fiz para uma viagem ao Japão, gosto muito de street art e meu sonho é pintar um mural botânico. Acho que existe um preconceito com o floral, que é 80’s, que é da vó... gosto de pensar essa estética em um ambiente mais urbano.

Luciana Campos por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Tive sim, na verdade foi o ponto final... sair da empresa que eu trabalhava, me mudar de casa, abrir meu estúdio e engravidar... isso tudo em menos de 6 meses.

// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

A primeira coisa que as pessoas falam quando veem meu trabalho é de Margaret Mee, mas não. As minhas influências vêm do modernismo, do paisagismo, vem de Burle Marx, vem dos jardins botânicos que visito, vem da moda, vem das ruas, eu não tenho um artista preferido... tem tanta gente incrível no mundo! Qualquer expressão artística é válida para inspirar e fazer os outros questionarem.

Luciana Campos por Projeto Curadoria
Luciana Campos por Projeto Curadoria
// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Nunca senti isso... ainda bem, mas sinto mais o mudar tudo, "por que você está fazendo isso?", "mas dá dinheiro?", acho que nessas frases você consegue ver um monte de preconceitos embutidos que vão além o fato de eu ser mulher.

Luciana Campos por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Tanta coisa!! Viajar, limpar o ouvido com cotonete, desenhar, ouvir música sozinha, dançar, viver me faz feliz... muito mesmo, conhecer pessoas legais, aprender coisas novas...

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Se arrisquem e façam, o que vem de dentro dá certo.

Luciana Campos por Projeto Curadoria
Luciana Campos por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Além de uma nova série de desenhos, estou tirando do papel uma série de roupas pintadas a mão, que serão únicas.

Luciana Campos por Projeto Curadoria
COMPARTILHE
b
//+entrevistas