m
Joana
Gabos
Brasil
vivendo em São Paulo . SP
34 anos . joalheira

Me formei em Arquitetura e Urbanismo e, desde a faculdade, me dediquei a trabalhos relacionados com políticas públicas no campo do Urbanismo e do Planejamento Urbano. Porém, ainda como estagiária, sentia uma enorme felicidade quando existia a possibilidade de realizar trabalhos voltados para o design.

Em 2010, encontrei a joalheria e desde então, tenho me dedicado aos estudos que envolvem esta linguagem de expressão.

Joana Gabos por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

A joalheria foi a forma que encontrei para tentar expressar o que transita entre minha mente e coração.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Gosto das formas simples. Meu maior desafio é criar peças simples que encante as pessoas através da composição. Observo tudo, o formato de um galho, uma folha, uma nuvem...

// Como é o seu processo criativo?

Meu início são os esboços. Através deles, tento representar o que de mais importante tem na composição de uma peça. Faço rabiscos o dia todo, até estarem prontos para ir para a bancada.

Joana Gabos por Projeto Curadoria
Joana Gabos por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Tento observar muito. Além disso, procuro sempre buscar novas referências para o meu trabalho.

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Gosto muito do brinco Arco. Essa é uma peça em que fiquei mais satisfeita com o resultado da composição, desde o esboço até a peça final.

Joana Gabos por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Acho que existem dois momentos importantes para mim. O primeiro foi em 2010, quando iniciei o curso de joalheria de bancada e o segundo foi a realização de um Workshop com o joalheiro contemporâneo Ruudt Peters. Foram situações que me fizeram olhar e refletir sobre o meu trabalho.

Joana Gabos por Projeto Curadoria
Joana Gabos por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Poderia citar vários artistas joalheiros que me inspiram e me fazem seguir adiante todos os dias. Mas a joalheria Margaret De Patta me encanta cada dia mais com sua leveza.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Sim, porém acho que, cada vez mais, estão surgindo espaços de luta e reconhecimento em que as mulheres consiguem expressar ou buscar suas verdadeiras essências.

Joana Gabos por Projeto Curadoria
Joana Gabos por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Quando vejo uma joia encontrar o seu verdadeiro dono. Algumas peças parecem que foram desenhadas para aquela pessoa e quando acontece esse encontro, me realizo.

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Foco, determinação e uma boa cerveja.

Joana Gabos por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

No momento estou concluindo duas coleções, que estarão em breve em meu novo site.

Joana Gabos por Projeto Curadoria
COMPARTILHE
b
//+entrevistas