m
Jana
Joana
Brasil
vivendo em São Paulo . SP
38 anos . artista . graffiteira

Sou conhecida como Jana Joana tenho 38 anos e comecei a pintar aos 13 anos quando entrei em uma escola de Iniciação Artística Municipal aqui de São Paulo onde eu fiz teatro, dança, canto e artes plásticas. Hoje tento trazer o universo feminino nos meus trabalhos.

Pintar é uma continuação da minha infância, hoje com um pouco mais de meditação e responsabilidade inclusa mas ainda sim prazeirosa.

Representar o sagrado feminino é uma grande responsabilidade então tento experiênciar o que quero expressar nos desenhos. Costumo dizer que a pintura é minha até o momento em que estou fazendo depois já não me pertence.

Tenho passeado pelos museus galerias e as ruas das cidades como Europa, Estados Unidos e Cuba.

Sou casada com o Vitché, temos uma filha de 6 anos e estamos juntos há 16 anos.

Jana Joana por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Eu gosto de trabalhar com superfícies mais transparentes e sutis como janelas e paredes com azulejos.

Os grandes murais e painéis são sempre um desafio gostoso. Sempre que posso procuro sair da minha zona de conforto. Experimentar algo que nunca fiz. Acredito que estamos todos em uma grande mandala e um complementa o outro.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

O sagrado feminino a re-sacralização da Terra. Ser uma guardiã da Mãe Terra e a mudança que quero para o mundo.

// Como é o seu processo criativo?

Primeiro dreno o meu fluxo mental, escrevo tudo o que vem à minha cabeça, depois caminho e faço yoga para oxigenar corpo, mente e espírito e depois chamo aos Deuses da criatividade e da arte. Coloco uma música gostosa, um cheiro agradável. Crio um ambiente propício para que eu seja um instrumento, uma conexão onde a arte possa fluir.

Jana Joana por Projeto Curadoria
Jana Joana por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Tento manter o canal limpo e isso dá um trabalhão. hahaha

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Todos os trabalhos em prol da mulher e do sagrado feminino. Onde eu possa ver que estou servindo a Mãe Divina.

Jana Joana por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Sim. A maternidade veio me trazer um outro universo e sentido à vida e ao porque estou neste planeta. Consegui unir tudo aquilo que eu já acreditava à minha responsabilidade no mundo.

// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

A fonte, Deus ou o nome que você se sinta confortável, é inesgotável ela é abundante e de graça. Não existe a unidade para ela, posso escolher o que eu quiser e o quanto eu quiser para colocar no trabalho com a minha essência. Ultimamente tenho mais pedido para ser instrumento do que realmente autora de algo. E isso tem sido muito melhor do que antes quando eu queria gerenciar tudo e acabava gerando muito estresse e a inspiração ia embora.

Jana Joana por Projeto Curadoria
Jana Joana por Projeto Curadoria
// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Sim ele existe. Temos muitos preconceitos enrustidos neste ponto, ele é sempre velado. Infelizmente ainda temos que lutar muito por respeito e espaço. Primeiro vamos falar da mulher. Onde estão os projetos, eventos, exposições e reconhecimentos voltados para as mulheres no mundo das artes? O graffiti ainda está sendo digerido pelo público de um modo geral, artistas e mercado. Defendo as cotas por gênero neste caso.

Existem muitas discussões e divisões que não agregam a ninguém e sim enfraquecem o movimento. É preciso união entre as mulheres, só assim ganharemos notoriedade. Subir na montanha e olhar a situação do alto. Só assim entenderemos que estamos todas em mandala e que o propósito é muito maior do que pensamos no atual momento da história. O futuro é das mulheres.

Jana Joana por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Animar, estimular e fazer aos outros felizes.

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Acreditem e continuem. O artista é um ser sensível e criativo que lida melhor em um universo mais amplo e com objetivos mais sutis. A arte é um instrumento importante e pode ser uma arma usada para o bem ou para o mal como tudo na vida. Podemos usá-la para a abertura da consciência, transmitindo o que vem do coração. O artista tem esta responsabilidade de inspirar e trazer respostas de outros mundos. Preparem-se bem para entregar uma mensagem justa, sábia e amorosa ao outro. As pessoas precisam de arte, buscam arte e desenvolvem arte todos os dias. O poder está nas nossas mãos. Continuem sempre!

Jana Joana por Projeto Curadoria
Jana Joana por Projeto Curadoria
Jana Joana por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Sim. Tenho umas gravuras editadas com trinta cópias cada que já estão a venda. Estou desenvolvendo alguns murais pelo mundo e para daqui há cinco anos, estou escrevendo um livro.

COMPARTILHE
b
//+entrevistas