m
Fran
Baumgarten
Brasil
vivendo em Porto Alegre . RS
25 anos . designer . artesã

Sou natural de Porto Alegre e tive a sorte de nascer em uma família de pessoas criativas. Pai marceneiro, dedica sua vida à arte da madeira, mãe pintora e artesã, talentosa e muito habilidosa e minha irmã também designer, criaram um ambiente perfeito de incentivo à criatividade e expressão.

Seguir a carreira de comunicação foi natural, e encontrei no design uma forma criativa processual perfeita para orientar e aplicar minhas ideias. Foi no ambiente acadêmico que descobri a Gravura. Me encanto por todo trabalho artesanal no setor gráfico. Mas com certeza a linogravura foi a maior de todas as paixões.

Foi unindo esse universo e a grande paixão e conhecimento da minha mãe por encadernação que surgiu a Gravurando. Projeto ao qual me dedico de corpo, mente e alma.

Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Hoje as minhas formas de expressão são a Gravura em linóleo e o design. Descobri na gravura uma forma de expressão gestual, de ideias e visual. Através dela consigo reproduzir de forma simples e em maior escala as minhas criações. E foi esse o método de impressão que escolhi para usar na Gravurando, um ateliê gráfico, ao qual, há um ano e meio é meu foco de trabalho. O design está presente nisso tudo. Ele é minha orientação, e me guia para criações com propósito e, o melhor, de forma processual.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Criar faz parte de quem eu sou, a motivação está em ser eu mesma. Cresci num ambiente que a criatividade, as ideias e o “faça você mesmo” eram incentivados ao máximo, é a minha realidade. Não consigo me ver fazendo outra coisa que não seja criar, experimentar e buscar novos resultados dentro do meu trabalho. A inspiração está nas pessoas ao meu redor, quero fazer coisas úteis, que tenham um significado e que toque as pessoas. A natureza me inspira muito, adoro materiais naturais e por me inspirar tanto que tenho respeito enorme por isso. A Gravurando tem um pilar bem forte sobre a sustentabilidade, não usamos nada de origem animal, nosso material é 100% reciclável e adotamos outras políticas e processos para que esse valor seja respeitado ao máximo.

Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Às vezes entro em “estado criativo” e o processo flui de forma natural. Vem uma ideia simples, coloco no papel, deixo-a por um momento, retomo e faço e refinamento. Outras vezes, e é na maioria das vezes, preciso seguir um processo mais disciplinado, nesse momento a busca por referências é parte essencial. Depois me dedico à gerar ideias, muitas delas, para selecionar algumas e ai testar e decidir qual a melhor solução. Nesse momento a graduação em design me ajuda muito.

// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Criatividade nada mais é do que fazer conexões. Para ser uma pessoa criativa tento alimentar minha curiosidade. Leio livros, revistas, vejo filmes e séries. Explorar novas fontes é importante para ter informações que possam ser associadas à outras e assim formar uma rede. Isso é criatividade. É preciso ter o ócio, relaxar a mente e se divertir. Não conheço fórmula melhor para ser e se manter criativo.

Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Adoro quando alguém vem procurar o meu trabalho para personalizar. Quando escritórios de arquitetura ou fotógrafos, ou qualquer outro profissional escolhem a Gravurando para fazer o seu material enche meu peito de alegria. Saber que eles acreditam, se identificam a ponto de associar suas marcas e seus trabalhos ao meu é muito gratificante. Faço com muito carinho e dedicação.

Esses projetos eles me exigem muito emocionalmente, porque encaro com muita responsabilidade abrigar em meus cadernos a marca de outras pessoas. Mas acredito ser compensador, porque o resultado é um trabalho com alma.

// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Quando larguei um emprego fixa e a estabilidade para viver da Gravurando, esse sonho que é empreender , foi realmente difícil. Não somos incentivados a isso, ainda mais sendo mulher. Acredito que foi a escolha mais difícil à ser feita, tomou várias sessões de terapia porque a construção social é optar pelo seguro, pela estabilidade, mesmo que isso signifique abrir mão dos seus sonhos.

Sou muito grata por ter seguido em frente, hoje me sinto realizada. Houve momentos que pensei em desistir, que pensei ter feito a escolha errada, nesse momento, contei com o apoio de outras mulheres que são empreendedoras e artistas. Minha mãe e minha ex-chefe, são mulheres incríveis que me inspiram e me incentivaram muito a trilhar esse caminho.

Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Logo que comecei a trabalhar com gravuras e ao estudar o tema, descobri que o Rio Grande do Sul, nos anos 50, foi um importante polo de gravuristas, que fundaram dois grandes grupos. Seus ideais em fazer arte acessível, realista e ligada às tradições me inspiram muito, virando até tema de um artigo. Isso se refletiu no meu trabalho de forma grandiosa, quero que a arte esteja presente na vida das pessoas, no dia a dia, e por isso apliquei gravuras autorais nas capas dos cadernos, agendas, sketchbooks que produzo. Assim, acredito inserir a arte em objetos cotidianos e de alguma forma também inspirar os usuários.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Acho que ainda existe uma barreira invisível e velada sobre a mulher, não apenas para se expressar, mas em vários aspectos. Claro que ao dificultar que mulheres se expressem, isso nos cala, nos diminui, ou seja, tiram a nossa voz. Acredito que essa seja a nossa maior ferramenta e ela não pode ser calada, a melhor forma de combater isso é unindo vozes.

Acredito muito no poder de união das mulheres, e foi sempre através disso, que superei as dificuldade no meu trabalho. Nada melhor do que outra mulher para compreender a sua situação, porque ela geralmente já passou por isso, e juntas somos mais fortes.

Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Estar com a minha família, viver coisas simples, em contato com a natureza e meus gatos é realmente o que aquece o meu coração. A paixão e realização de fazer o meu trabalho também é muito importante para que eu fique bem. Valorizar as relações e cada momento é de essencial importância. Ter essa percepção mudou a minha vida.

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Tenha propósito, faça algo com significado e algo que você se realize fazendo. Acredito que isso é essencial para engajar pessoas no seus projetos. Tenho certeza que também irá contribuir para você se sentir realizada.

Outra coisa que às vezes me paralisa é o medo de falhar ou errar, e tem uma frase que sempre me ajuda muito. “Pessoas não falham, elas desistem.” Não lembro do autor, mas acho importante compartilhar que não devemos nunca desistir, a persistência faz toda diferença para ter bons resultados. Não deixe o medo impedir suas criações, elas são importantes, não desista delas!

Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
Fran Baumgarten por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Hoje a Gravurando vem crescendo muito e ganhando muito espaço, me dedico a ela e sempre busco trazer novidades. Ela ganhou um ateliê aberto ao público, esse espaço inaugurado há dois meses, vem se tornando um lugar colaborativo de troca e criatividade. Lá damos os nossos workshops e oficinas e também convidamos artistas e profissionais ligados aos nossos valores para também criarem seus próprios cursos.

Fica o convite à todos aqueles que querem conhecer ou contribuir para essa rede de troca, estamos de portas abertas e todos serão muito bem vindos!

COMPARTILHE
b
//+entrevistas