m
Fernanda
Fernandez
Brasil
vivendo em Niterói . RJ
26 anos . ilustradora

Desenho desde que aprendi a usar um lápis. Sou filha única, sempre fui do tipo "quietinha no meu canto", e quando criança, não era difícil me encontrar no meio de cadernos e papéis rabiscando o mundo. Adorava desenhar paisagens e personagens que gostava. Até que entrei pra faculdade de Arquitetura e Urbanismo na UFRJ, onde pude aprender muito sobre técnicas de desenho.

Em 2013 sofri um acidente de carro, e com a fratura na minha coluna, minha vida mudou completamente. Fiquei por volta de 2 anos internada no hospital, e entre um tratamento e outro, resolvi pegar um lápis e um papel, e retomar minhas habilidades com as mãos e traços. Usei o tempo livre para treinar estilos novos, retratar o que sempre tive dificuldade de fazer.

Desde então, minha paixão pelos desenhos vai de prédios e paisagens à flores, pessoas, poesia, música, e tudo o mais que me inspirar.

Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

De início eu me apeguei bastante aos meios mais rústicos: esboços em grafite, contornos em nanquim, e pintura à lápis de cor. Às vezes arriscava na aquarela também. Mas cada vez mais estou me apaixonando pelas ilustrações digitais. Gosto de estar sempre aprendendo técnicas novas. Padrão não é comigo.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Eu tento ser uma pessoa positiva, em todos os aspectos. Tento através das ilustrações mostrar a beleza do mundo que eu vejo. Beleza das coisas, das pessoas, das situações. Amo música, amo poesia, amo ver fotos de pessoas no Instagram, no Pinterest. Tanta imagem linda por aí, inspiração é o que não falta!

Minha paixão favorita é retratar o universo feminino. Acho que nada melhor do que a figura da mulher pra representar uma explosão de sentimentos com tanta força, e ao mesmo tempo, delicadeza e graciosidade. Porque pra mim, isso é a vida, é esse mix de contradição: às vezes ela te bate com força, e você tem que se reerguer na mesma intensidade. Mas ao mesmo tempo, a gente tem que ter paciência e calma, pra saber enxergar os momentos de graciosidade que ela também nos dá.

E é isso que gosto de passar: que cada mulher é muito mais do que pensa. Não pode se prender à esses padrões malucos que a sociedade cria não! Se quer chorar, chora. Quer gritar de raiva? Grita. Ainda não casou, não teve filho? Tá tudo bem, tem muito mundo pra curtir antes disso! Nós vamos muito além desses rótulos machistas, racistas, preconceituosos, criados por pessoas vazias. Mulher, mais do que nunca, deve ser valorizada.

Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Todos os meus desenhos são inspirados em fotografias. Em algumas vezes é um retrato completo da fotografia, em outras, misturo inspirações: expressão corporal de uma, penteado de outra, paisagem de uma terceira...

Gosto de aproveitar o processo, ouvir uma música relaxante, experimentar pincéis novos, cores diferentes. Muitas vezes, durante a pintura, a música que escuto se encaixa perfeitamente no desenho, e acabo combinando-os. O importante é fazer com calma e dedicação, sempre aprendendo mais.

// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Sou muito observadora. Se vejo um filme, uma série, ou quando estou na rua... estou sempre reparando nos cenários, nas composições, nas pessoas, nas cores. E muita música, sempre.

Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Nunca consegui escolher um trabalho preferido. Faço todos com tanto carinho, que todos acabam se tornando lembrancinhas boas. Gosto dos meus projetos pessoais por me darem maior liberdade de criação, mas também adoro encomendas pois adoro conhecer mais das pessoas, e ver a satisfação de cada uma ao receber a arte, é uma alegria imensa.

// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Bom, acho que o primeiro marco importante foi o momento em que me permiti expandir a criatividade e desenhar pessoas. Foi como se tivesse acordando uma paixão que estava dentro de mim, escondidinha lá no fundo. Tanto que hoje, é meu tema principal.

O segundo momento importante foi quando tive a oportunidade de conhecer o Pedro, da marca "Um Cartão", e ao fazermos uma parceria, ele divulgou meu trabalho (ainda lá no comecinho, assim que criei meu Instagram). Foi graças à esse alcance que ele me proporcionou que meu trabalho deu uma alavancada. Passei a ter encomendas, parcerias, fiz amizade com outros artistas. Certamente, um momento a se agradecer.

Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Na música as influências são inúmeras. Sempre que escuto MPB as ideias fluem naturalmente.

Tenho uma enorme admiração por diversos artistas, como Cajila Barbosa, Ana Santos, Beatriz (Naranjalidad), Tito Merello.

Também me inspiro com muitos fotógrafos: sou apaixonada pelas fotos da Natália Viana, do Mateus Aguiar, Brandon Woelfel, enfim... muita gente talentosa me influencia.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Infelizmente sim. Acredito que em infinitas áreas de atuação, a mulher ainda é subestimada. Mas o momento é de empoderamento feminino, e tenho fé de que as coisas vão melhorar.

Em relação ao meu trabalho, não.

Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Viver. Poder sair de casa e sentir a brisa. Olhar pra cima e ver o céu. Ouvir as músicas que amo. Estar com quem amo. Ver meu trabalho sendo reconhecido. Ver a arte, de forma geral, sendo valorizada.

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Fazer tudo com o coração. Independente de críticas alheias, de desmotivações, número de likes, de seguidores. Se sente que é aquilo que quer fazer, faça. Porque o que é feito com amor e com dedicação, certamente não vai passar despercebido. Tem que correr atrás, aprender, treinar. Defender o que faz, de cabeça erguida.

Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
Fernanda Fernandez por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Atualmente comecei a desenvolver estampas para uma loja de roupas com um "Q" de vintage. Mas as ideias ainda estão muito cruas, então estou esperando o momento certo para começar a compartilhá-la nas redes.

COMPARTILHE
b
//+entrevistas