m
Fabiana
Rafael
Brasil
vivendo em Pedro Leopoldo . MG
26 anos . ilustradora

Eu sou a Fabi, tenho 26 anos e sou a pessoa por trás da Fava, design singelo, minha marca de produtos de decoração. Comecei estudando biologia para ter uma profissão mas encontrei no meu hobby a verdadeira vontade de acordar todos os dias e ir trabalhar com o que eu mais gosto. Me envolvi na ilustração científica ainda durante a graduação. Mudei para Portugal por um ano para entender melhor sobre essa forma de arte e no empreendedorismo descobri como me conectar com as pessoas através dela.

Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Posso dizer que o que eu mais busco é a experimentação. Trabalhar com mídias diferentes, a investigação e o processo criativo são muito importantes para mim. Sou apaixonada pela gravura e todas as suas variações (linoleogravura, xilogravura, serigrafia), aquarela, nanquim, scratchboard, colagem e o que mais eu puder aprender.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Quando trabalhava como ilustradora freelancer me submetia muito às vontades dos clientes. Sentia muita falta de criar coisas minhas e me expressar. A Fava me permitiu muito isso. O que mais me inspira é a natureza e as relações humanas. Quero me conectar com as pessoas através das minhas criações e que elas também se identifiquem com o que eu faço.

// Como é o seu processo criativo?

A minha veia de Bióloga fala sempre muito mais alto. Aprendi sobre processo criativo com o incrível Charles Watson que me motivou a experimentar e a errar. Eu busco do que vem de dentro, busco na arte, na arquitetura, no design, nas minhas próprias memórias e experiências, mas principalmente na própria natureza.

Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

A minha ideia inicial na criação da FAVA era sempre ter coleções com temáticas diferentes e produtos diferentes. Esse é um desafio e tanto. Planejar novas coleções e produtos são o meu combustível. Passo a maior parte do meu tempo no ateliê, que me cerca de arte, objetos diferentes e muitos livros, mas ao longo do tempo aprendi que as inspirações estão lá fora. Ao ver arte, visitar lugares diferentes, caminhos alternativos, conversar com pessoas inspiradoras, assistir filmes, documentários e palestras de quem eu admiro muito.

Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Os desenhos que mais tenho valor sentimental são aqueles que me mostraram o que eu consigo realizar com o meu esforço. Os meus cadernos de desenho, com todas as ideias não exploradas, tentativas e muitos erros também são super valiosos para mim. Acho que o mais importante ao observar o seu trabalho é compreender o quanto você cresceu e o grande caminho que ainda tem pela frente.

Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Tive vários marcos que me trouxeram até aqui. Decidir trabalhar sozinha como freelancer e abrir mão de um caminho mais seguro foi muito importante. Me decepcionar e desapontar com essa vida também. Desenvolver sozinha todo um projeto novo de uma marca e trabalhar muito com isso todos os dias tem se tornado o meu maior desafio até agora. Acredito que todos os nossos erros e acertos nos moldam e se tivéssemos acertado desde o início a vida teria sido diferente. Não melhor, mas diferente. E eu tenho muito orgulho do que vivi.

Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Sou uma pessoa completamente apaixonada por arte, das mais diversas formas. Gosto de conhecer tanto as obras quanto o trajeto de vida das pessoas. É muito inspirador ver o que passaram, seus processos criativos, decepções e sucessos da vida. Marina Abramovic, Chuck Close, William Kentridge, Ai Weiwei, Phillip Glass, Adriana Varejão, Francesca Woodman e mais alguns outros são artistas que me sinto muito ligada às suas vidas e seus trabalhos. Tenho minhas inspirações sobre trabalhos ligados à natureza, sustentabilidade e consumo consciente como Dave Hakkens e Ernst Gotsch, que me fazem pensar diferente.

A lista pode continuar eternamente, o que não vai faltar é inspiração.

Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Acho que existe muito o desacreditar na capacidade. Coisas sentidas durante a faculdade, por colegas, superiores e outras pessoas em geral. Às vezes sinto que o trabalho de uma mulher é muito ligado à feminilidade, ao trabalho delicado. Se você é mulher então naturalmente vai produzir para o público feminino, o que não deveria acontecer dessa forma.

O que eu quero com o meu trabalho é me comunicar e me conectar com o âmbito emocional das pessoas. Ligar às suas memórias, experiências. E isso nada tem a ver com o gênero.

Nós mulheres somos tão capazes e temos uma força enorme. Me considero extremamente corajosa pelas escolhas que eu fiz e quero que as mulheres se sintam cada vez mais assim, capazes de tudo.

Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Quando o meu trabalho vai bem. Quando tenho tempo de me dedicar a planejar coisas novas e também quando posso descansar. A vida tem que ter sempre um equilíbrio. Não dá para pensar em trabalho 100% do tempo, isso é tóxico. Você esquece dos seus hobbies, de como é dormir uma noite bem. O meu exercício diário é aprender a dosar tudo.

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Trabalhe, trabalhe e trabalhe. Nada vai surgir se não tiver esforço. A gente nunca acerta de primeira. Os erros são extremamente importantes, não se abale com eles, aprenda com eles. Se mantenha sempre em movimento com a mente. Leia, estude, veja coisas novas, escute pessoas inspiradoras. Existe hora para ver série no Netflix e existe também hora para assistir aquele documentário maravilhoso que vai mudar suas perspectivas. Dedicação é a coisa mais importante para mim. Nada vai acontecer se eu não sair do lugar.

Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
Fabiana Rafael por Projeto Curadoria
// Você tem algum novo projeto em andamento?

Estou trabalhando na coleção nova da FAVA e estou muito orgulhosa dela. Resolvi abordar um tema muito importante para mim, a botânica Brasileira e a importância que ela tem para as pessoas. Nos esquecemos o quanto o nosso país é rico e tudo o que as plantas são capazes de fornecer. São plantas do nosso país que nos remetem à nossa cultura, como o Mandacaru e o Buriti. Plantas ligadas à nossa memória afetiva, como a jabuticaba, pitanga. Quero que as pessoas se lembrem que a botânica do Brasil é a base da nossa civilização, da nossa cultura. Ela gera economia e sustenta comunidades inteiras. E ainda é a resposta para mudar nossa forma de consumir e de gerar energia no país. Espero que todo mundo goste e que eu possa transmitir pelo menos um pouquinho de toda essa riqueza para a casa das pessoas.

COMPARTILHE
b
//+entrevistas