m
Danielle
Porcino
Brasil
vivendo em Natal . RN
26 anos . joalheira

Me formei em Desenho de Moda na Faculdade Santa Marcelina. Tive o meu primeiro contato com Joalheria nesse curso, quando escolhi fazer o meu TCC em joalheria e depois disso entrei na escola de joalheria Arte Metal em São Paulo. No momento, eu acabei de voltar de Londres onde fiz dois cursos. O primeiro, foi uma Pós em Fashion Design Technology na London College of Fashion, que a principio era um preparatório para o MA. E fiz também um Curso de Wax Carving na Central Saint Martins. No curso de Fashion Design Technology foquei em um trabalho com um material nunca trabalhado antes, a resina. Acabei optando por não fazer o MA agora, pois acho que ainda não estou preparada e com bagagem para focar por 2 anos em um só projeto. Acho que surtaria. Tenho muita coisa para colocar na bagagem ainda até fazer o Master. Mas isso não saiu dos meus projetos futuros, só não acho que seja o momento certo.

Danielle Porcino por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Como designer de joias, as ferramentas sempre são o metal ou pedras que tem um significado ou uma forma de expressão. E agora, depois do curso em Londres pretendo trabalhar em um projeto futuro, com novos materiais, por exemplo: a resina.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Eu acho que minha maior motivação é poder ver minhas ideias virando realidade. E mais ainda em ver como as outras pessoas ficam felizes em usar elas. Ver minhas peças nas outras pessoas me deixa mais feliz ainda e me empolga para continuar criando cada vez mais. Acho que tudo pode me inspirar. Depende do meu estado de espírito daquele momento.

Danielle Porcino por Projeto Curadoria
Danielle Porcino por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Sempre começo pela pesquisa. Pode ser uma viagem ou um tema específico. O que leva mais tempo no meu processo criativo é essa pesquisa. Acho que a pesquisa é a base mais importante para um processo criativo autêntico. Depois, começo a desmembrar e enxugar as referências. Seleciono cores, materiais, texturas, faço colagens. Tudo que possa exercitar a minha mente e me ajudar a criar as peças. Depois das colagens, normalmente faço protótipos. Para mim, é mais fácil visualizar minhas ideias no tridimensional do que em desenho. E por último trabalho a minha pouca, porém ainda existente, a tal paciência e muita dedicação em todo o processo de desenvolvimento da peça até entregar a cliente.

Minhas joias tem um design forte e contemporâneo. Eu faço joia para mim mesma em várias formas. Eu acabo desenvolvendo e criando peças que eu desejo usar, então a coleção reflete o meu gosto e o meu estilo. Eu acho que se você realmente ama o que você está fazendo e tem um desejo de usar as peças, você vai ter um produto único e forte.

Danielle Porcino por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Viajo e pesquiso. Pesquisa para mim sempre é a parte do processo mais difícil, porém sempre vai ser a forma mais fácil de me manter criativa, e de me inspirar. Pode ser uma imagem de um objeto, que me inspire pelas cores, como pode ser uma imagem de um local, onde me inspiro pelas texturas. Pesquisar nunca é demais.

Danielle Porcino por Projeto Curadoria
Danielle Porcino por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Difícil escolher só um. Acho que os meus dois trabalhos preferidos são: o primeiro e o último trabalho com joalheria, que foram os meus dois trabalhos de graduação. O primeiro, na Faculdade Santa Marcelina, no qual trabalhei com prata, cobre e crina de cavalo. E o último, na London College of Fashion, onde trabalhei com prata e resina.

Danielle Porcino por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Logo depois que me formei na Santa Marcelina e mostrei meu trabalho para um amigo que naquela época trabalhava na Harpers Bazaar Brasil. Por coincidência, ele estava com a diretora da revista na hora e ela se apaixonou pelo meu trabalho e me convidou para fazer uma matéria. Primeiro fiquei bem aflita, pois na minha cabeça, não tinha material suficiente. Mesmo com uma coleção bem pequena, de 8 peças do meu trabalho final da faculdade, ela quis falar um pouco sobre meu trabalho. Acho que esse momento foi uma alavanca para continuar trabalhando com joalheria.

Danielle Porcino por Projeto Curadoria
Danielle Porcino por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Acho que depende de como minha mente está e onde está no momento. Tenho fases. Viajar sempre será a minha melhor forma de inspiração. Assim, como o trabalho de outras pessoas. Artistas preferidos? Tenho tantos. Difícil citar só um. Tenho um artista preferido para cada tipo de arte ou tema.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Acredito que exista sim. Mas no meu caso, nunca sofri esse tipo de "preconceito". Posso ter sido questionada inúmeras vezes se eu realmente sou ourives ou designer de joias. Mas para mim, isso nunca será um preconceito e sim uma forma de incentivo maior para continuar trabalhando com algo que duvidem que eu seja.

// E o que te faz feliz?

Ser livre e fazer as outras pessoas felizes. Poder criar e trabalhar com algo e transformar aquilo em um produto desejo, para mim isso é a minha maior felicidade.

Danielle Porcino por Projeto Curadoria
Danielle Porcino por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Acreditar em você mesmo. O que te impede de ser quem você sonha em ser? O que faz você querer ser isso? Então siga sua intuição. Feche os olhos e deixe seu desejo em ser uma pessoa feliz e criativa guiar você. Eu acho que o pensar demais atiça o medo. Fazer mais e pensar menos sempre é a melhor dica.

// Você tem algum novo projeto em andamento?

No momento, estou me readaptando de volta a Natal depois de mais de 8 anos fora. Estou organizando meu cantinho de trabalho (ateliê/escritório). Acho que vai ser legal poder mostrar um pouco do meu espaço de trabalho para algumas pessoas.

Estou com um projeto em desenvolvimento junto com uma colega que estudou comigo em Londres. Mas que não será na área de joalheria, mas que se adapta para todos os tipos de áreas que trabalhem a criatividade.

Danielle Porcino por Projeto Curadoria
COMPARTILHE
b
//+entrevistas