m
Brunna
Mancuso
Brasil
vivendo em São Paulo . SP
28 anos . ilustradora

Sou formada em artes visuais, trabalho como designer gráfico desde 2006 e em 2012 descobri a ilustração. Desde então venho aprimorando e desenvolvendo um estilo meu. É meio que uma obsessão.

Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

De forma mais tradicional, papel e tinta. Mas também faço ilustração digital, para coisas mais comerciais. Facilita bastante a logística.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Tudo me motiva. Sou workaholic e obcecada por ilustração, então eu estou sempre trabalhando. Minha cabeça não para um segundo, às vezes é um inferno! rs Mas basicamente, filmes, animações, livros, viagens, conhecer lugares novos.

// Como é o seu processo criativo?

Depende muito da finalidade. Mas o básico, para trabalhos pessoais: a partir do momento em que eu tenho uma ideia eu busco referências - seja foto, outros artistas, lugares, matérias na internet... - e perco bastante tempo olhando coisas por aí.

Aí eu faço desenhos bem soltos, deixando as ideias fluírem... mesmo que os desenhos fiquem pela metade, ou faça uma parte do desenho em cada canto da folha. Nessa hora não me limito em fazer algo bonito ou certinho.

Depois eu vou afinando o traço, tomando decisões do tipo que flor usar, que pose fazer, aquarela ou guache? Essas coisas. Isso já é a finalização.

Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Olha, como eu falei, eu não desligo, então eu não tenho muito esse problema. Se eu não produzo, sou capaz de cair doente. Nem sempre é fácil, mas normalmente a parte mais difícil fica no processo. Ideias mesmo eu tenho o tempo todo.

// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

A exposição O que é Feminismo? que participei no MIS, o livro infantil (que foi animado!) que ilustrei para o Itaú, todos os murais que pintei e algumas coisas que não posso falar porque não saíram ainda.

// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Não é algo muito grandioso, mas ter sido reconhecida em uma livraria em Nova York é algo que nunca vou esquecer! Uma mexicana que reside na cidade veio me falar que gosta muito do meu trabalho, que me acompanha no Instagram. Isso realmente me deixa sem palavras até hoje.

Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Isabelle Arsenault, Felicita Sala, Júlia Sardà e Oana Befort são minhas maiores inspirações. Eu agora estou em uma fase de estudar animação. Um dia gostaria de trabalhar na área, para ter uma outra experiência. Mas ver essas mulheres fazendo um trabalho que é tão forte e tão sutil ao mesmo tempo me deixa sem palavras!

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Claro!  Tudo o que nós mulheres falamos é desvalorizado, a não ser que tenha um homem para assinar em baixo. Reconheço meus privilégios e, profissionalmente falando, sei que tive muita sorte (e muito suor, claro), mas sei que temos muita luta pela frente para sermos levadas a sério!

// E o que te faz feliz?

Eu sou uma pessoa que vê felicidade nas pequenas coisas. Sair pra tomar um café em um lugar que eu gosto é algo tão simples mas que pode mudar minha semana! Enfiar a cara na barriga do meu gato é algo muito arriscado, mas que me faz extremamente feliz também! haha

Enfim, pequenas coisas, vida simples mas com significado, tardes calmas, conversas intensas, acordar pela primeira vez em um lugar novo. Clichê, mas muito real.

Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações?

Olhem pra dentro. Não é porque todo mundo faz que você precisa fazer. Aliás, fujam disso. Eu cheguei em um momento da minha carreira que estou buscando me reinventar. Você pode produzir a mesma coisa que outras pessoas também fazem, mas o que você tem a acrescentar na história? Ache sua voz.

// Você tem algum novo projeto em andamento?

Como eu disse, estou em uma fase de estudar animação. Vai demorar muito ainda, mas há duas coisas que eu gostaria muito de fazer: publicar um livro que está na gaveta e produzir uma animação tradicional, frame a frame, daquelas que dão bastante trabalho e demoram muitos meses pra ficar pronta! haha

Eu amo ver o resultado pronto, mas eu me envolvo e mergulho tanto no processo que até dói quando acaba.

Brunna Mancuso por Projeto Curadoria
COMPARTILHE
b
//+entrevistas