m
Ana
Matsusaki
Brasil
viajando pelo mundo
30 anos . ilustradora

Nasci em São Paulo e desde pequena minhas brincadeiras preferidas eram desenhar e fazer revistinhas. Sim, eu e minha amiga fazíamos uma revistinha chamada Ciçana (a junção de nossos nomes) e eu pirava em fazer o “layout”, os títulos das matérias, as imagens... Curiosamente trabalho com isso hoje em dia, com ilustração e design editorial.

Depois estudei Design Gráfico e continuei desenhando, desenhando... Tive alguns bloqueios que duraram anos, mas agora estou aqui, firme e forte.

AnaMatsusaki4
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

Técnicas manuais como carimbos, colagem e lápis, trabalhados depois de forma digital no Photoshop.

// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

Recentemente li essa frase maravilhosa do Raymond Queneau (tradução livre minha) “@ poeta nunca está inspirad@, porque el@ é @ mestr@ do que para os outros aparece como inspiração.” Quando você trabalha intensamente a inspiração surge naturalmente como parte desse processo contínuo.

A falta de inspiração já foi uma constante nas minhas reclamações, mas desde que eu mergulhei intensamente no que me propus a fazer, desenhando durante todo meu tempo livre, estudando desenho, ilustração, cores, história da arte, etc., absolutamente tudo virou o que se chama inspiração.

anamatsusaki31
anamatsusaki27
// Como é o seu processo criativo?

Quando recebo um briefing novo, leio o texto e anoto os principais pontos-chave. A partir disso faço muitas associações de palavras e ideias até chegar no conceito visual mais interessante para o texto. Faço alguns rafes e depois que são aprovados já finalizo tudo no computador.

// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Mantenho sempre pequenos projetos paralelos curtos. Eles ajudam a dar uma relaxada dos projetos-trabalho (aqueles que dão $$$) e são a melhor forma de eu experimentar técnicas e linguagens novas com toda a liberdade.

Curiosamente, são os trabalhos criados nos projetos paralelos que chamam mais a atenção de novos clientes.

Também estudo bastante, técnicas, artistas, etc.

AnaMatsusaki6
anamatsusaki32
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

É um álbum ilustrado que escrevi e ilustrei durante um curso. Está guardado no fundo do pendrive, mas um dia espero poder trazê-lo à luz. Foi o primeiro projeto pessoal grande que consegui levar até o fim e que me deu muita chance de experimentar uma linguagem nova. Quando terminei foi um enorme alívio e uma tristeza, parecia que havia arrancado um pedaço de mim.

// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Não vou dizer que foi um marco, mas uma das partes muito importantes na minha carreira como ilustradora foi a época em que fiz dois cursos em São Paulo, um com a Laura Teixeira e outro com o Fernando Villela e o Odílon Moraes. Na época eu tinha desencanado um pouco de ilustração, pensava mais em design gráfico, mas vi que eu também poderia trabalhar em cima disso. Depois eu saí do meu emprego fixo como designer e tive muito tempo para me dedicar à ilustração, o que ajudou a desenvolvê-la bastante.

anamatsusaki14
AnaMatsusaki7
// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Kveta Pakovska, Catarina Sobral, Steinberg, as animações da UPA que descobri recentemente, Picasso... são muitos. Esses são os principais que lembro agora. Curto mais essa estética que trabalha com geometria, formas simples e linhas.

// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Claro que existe. Felizmente de uns anos para cá tenho visto surgirem ilustradoras maravilhosas, tenho a impressão de que antes esse universo era mais dominado pelos caras. As coisas estão mudando aos poucos, mas ainda temos que continuar na luta. Taí um bom exemplo de um site que chegou para debater o assunto nesse meio: womenwhodraw.com

AnaMatsusaki2
AnaMatsusaki5
// E o que te faz feliz?

Pergunta difícil para quem não acredita no conceito de felicidade. Mas há muitos momentos supostamente bobos em que me sinto em paz: tomando um chá de camomila, brincando com a minha cachorrinha, olhando o mar. Ensinar outras pessoas o que sei e aprender me deixa bem.

// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações ?

Trabalho intenso, muita paciência. Charles Watson que entrevistou muit@s artistas bem sucedid@s disse que uma das coisas que el@s tinham em comum era continuar exatamente no ponto em que a maioria das pessoas desistia. Antes eu não sabia desenhar alguma coisa, vamos dizer, um barco e isso já me desanimava. Agora é motivo para eu desenhar um barco 100 vezes até eu achar bom.

// Você tem algum novo projeto em andamento?

Esse ano eu estou pensando em explorar um pouco quadrinhos e talvez escrever e ilustrar um livro. Vamos ver.

anamatsusaki20
COMPARTILHE
b
//+entrevistas