m
Amanda
Rodrigues
Brasil
vivendo em Maceió . AL
24 anos . artista

Estou num momento bem acolhedora de mim. Encantada com leituras sobre nós mulheres, sobre nosso corpo, sentimentos, alimentação. Isso está se refletindo na forma como me expresso nos rabiscos, nas atitudes, nos olhares do mundo. O vegetarianismo também tem despertado em mim um maior autoconhecimento e sensibilidade com o todo que fazemos parte. Para externar tudo isso que venho sentido, venho desenhando em papeis, violões, paredes, experimentando colagens... Me descobrindo ainda.

Também estou terminando o curso de Arquitetura e Urbanismo, adoro me envolver com projetos que utilizam materiais não convencionais para a construção, como bambu, e em projetos com envolvam o trabalho com a comunidade, como os de paisagismo com hortas comunitárias.

Sei que tenho muito a explorar dessas partes de mim: artista/arquitetura/urbanista. E tenho amado essa caminhada.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
// Quais ferramentas você utiliza para se expressar?

O papel é meu fiel parceiro, ele e umas canetinhas. Me arrisco a pintar violões e ukuleles de vez em quando, utilizo as canetas Posca.

Também, gosto de fazer colagens e sobrepor meus desenhos a mão com fotografias.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
// Qual sua maior motivação para criar? O que te inspira?

O que mais me inspira é a natureza. Pode parecer clichê, mas quanto mais me sinto conectada com ela (e consequentemente comigo) tudo flui tão facilmente. As imagens parecem que surgem na mente e corro pra pegar o papel e a caneta, e quando não os tenho por perto, abro o bloco de notas do celular e rabisco bem por cima pra não deixar passar.

Além disso, eu me inspiro muito em nós mulheres. Nosso poder, intuição, sensibilidade. Nosso corpo, que é lindo! Ter “descoberto” o feminismo tem despertado em mim a vontade de nos empoderar cada vez mais através da arte, das palavras, das conversas, dos olhares.

E a paixão. Sem dúvidas, é o que mais me move. Aquela coisa que não sai da cabeça até ser externada de alguma forma. Pode ser por alguém, por mim, por um lugar, uma fotografia que vi e não consegui esquecer ou um momento que tive e não pude fotografar mas gravei no olhar. Aquele friozinho na barriga, aquela inquietação na mente, aquela satisfação criativa.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
// Como é o seu processo criativo?

Nunca parei pra pensar em um “processo” criativo. Gosto de observar paisagens, momentos. Ouvir músicas, principalmente instrumentais. Ficar um pouco quietinha, no meu canto, com meu fone e me isolar das pessoas pra assim poder começar a me expressar no papel.

// O que você faz no seu dia a dia para se manter criativa?

Me apaixono, me permito amar. Amar a mim, as pessoas a minha volta, os momentos, os lugares. Me entrego e exploro todo sentimento que vem se despertando em mim, tristes, felizes, amantes. O tédio pode me visitar facilmente então eu gosto de estar sempre me entregando ao momento que estou vivendo e ao que me desperta curiosidade e chama a atenção.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
// Quais os seus trabalhos ou projetos preferidos? Qual o motivo?

Os meus trabalhos preferidos são aqueles em que consegui expressar tudo que estava sentindo. Que me explorei ao máximo e me externei.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
// Você teve algum marco importante na sua carreira ou um momento decisivo? Como isso influenciou sua trajetória?

Em 2014 fui atropelada enquanto atravessava a rua na faixa de pedestre, dois dias antes de viajar para a Austrália a estudo. Não deixei de viajar, nunquinha na vida, apenas adiei uma semana para ter certeza que estava tudo ok. Ainda que não tenha me ferido gravemente, precisei desacelerar o passo e amansar o olhar ao mundo já que estava machucada e tinha que, literalmente, andar muito devagar.

Passei assim, a observar mais a paisagem ao meu redor, ainda mais por estar em um lugar novo para mim. Comecei a fotografar mais, a escrever mais e a arriscar uns rabiscos aqui e ali. Me apaixonei, me encantei, me inspirei e isso só despertou mais esse ladinho meu que estava ali guardado e eu nem tinha ideia que tinha.

// Quais são suas influências, inspirações ou artistas preferidos? Como isso se reflete no seu trabalho?

Eu gosto muito de artistas que exploram nossa feminilidade e se expressam através da natureza, fotografias de paisagens, músicas instrumentais, observar a natureza e fazer relações com nossos comportamentos.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
// Ainda existe algum preconceito em relação a mulher se expressar livremente? Você sente isso no seu trabalho?

Existe, infelizmente. Ainda que pessoalmente, eu não tenha sofrido nada assim, já vi desenhos que representam mulheres nuas serem denunciados ou fotografias do corpo nu feminino. Mas acho que estamos nos fortalecemos e espero que as coisas continuem melhorando. Acredito que estamos em um momento de empoderamento feminino.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
// E o que te faz feliz?

Praia, amar, sentir, pessoas queridas, outras praias, lugares aconchegantes, dançar, fazer exercícios, praias, pôr do sol, nascer do dia, estrelas, lua e mais praia.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
// Quais dicas você daria para outras mulheres potencializarem suas criações ?

Se aceitar, aceitar a forma como você vê o mundo e sua forma de senti-lo. E assim saber que, cada um vê um mundo de um jeito e que você não precisa ficar se comparando com outras pessoas e outros artistas. Manter por perto quem te faz bem, quem te incentiva, quem te faz querer arriscar mais (ainda que você seja sua maior fonte de inspiração). Não ter medo de se expressar, nem deixe de seguir seus sonhos pelo medo de perder algo ou alguém, siga seu instinto: “quem não sabe uivar, não encontrará sua matilha”.

// Você tem algum novo projeto em andamento?

No momento, eu tenho feito ilustrações visando o feminino, artes em violões e para tatuagens e colagens entre desenhos e fotografias.

Amanda Rodrigues por Projeto Curadoria
COMPARTILHE
b
//+entrevistas